Maceió

Volume de chuva volta a provocar transtornos a maceioenses; veja vídeos

TNH1 | 05/08/21 - 09h18 - Atualizado em 05/08/21 - 09h44

As fortes chuvas voltaram provocar transtornos para os maceioenses em mais um dia na semana. Na manhã desta quinta-feira, 05, vários pontos da capital foram encontrados inundados e a maioria da população encontrou dificuldade para sair de casa e chegar ao trabalho. Além dos alagamentos, a cidade está em alerta para possíveis deslizamentos de terra.

Com a previsão de continuidade das chuvas de intensidade fraca a moderada, a Sala de Alerta reforçou que há risco alto de movimentação de massa em áreas de encosta, alagamentos em áreas com deficiência de drenagem e transbordo de pequenos rios e riachos.

Nas imagens enviadas por um internauta à reportagem, é possível observar que o acúmulo de água voltou a dificultar o trajeto de motoristas e de pedestres que passam pelo bairro de Cambona, parte baixa de Maceió, em direção à Avenida Leste Oeste. Veja abaixo:

Em outro vídeo, um morador mostra o alagamento na ponte que liga o bairro de Bebedouro ao Parque Municipal de Maceió, na Rua Marquês de Abrantes. Ele destacou que não é a primeira vez que a localidade inunda com o excesso de chuva. Assista:

Quem mora na região de Ponta Verde também flagrou situações de alagamento nas ruas. Como também no bairro de Ponta Grossa, onde a Rua Santa Margarida amanheceu debaixo d'água. Veja os registros:

Alerta meteorológico

De acordo com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), o escoamento de um sistema de alta pressão pós-frontal no Oceano Atlântico mantém as condições atmosféricas sobre o leste do Nordeste do Brasil favoráveis à ocorrência de chuvas.

Já foram registrados acumulados significativos em pontos isolados do Litoral, em especial na Região Metropolitana, e da Zona da Mata durante a semana.

O alerta é válido para o Litoral (região metropolitana e norte da região) e Zona da Mata (metade norte da região). Nas outras regiões, há previsão de chuva, porém com baixo risco de ocorrência de desastres naturais. Até o momento, os principais rios e lagoas do Estado de Alagoas não apresentam risco de transbordamento.