Funaro diz que Temer recebeu R$ 1 milhão da Odebrecht

13/09/2017 - 14:15 - Atualizado em 13/09/2017 - 14:16
(Crédito: Ueslei Marcelino/Reuters)

O corretor Lúcio Funaro afirmou, em delação premiada, que buscou R$ 1 milhão da Odebrecht que seriam destinados a Michel Temer no escritório de José Yunes, amigo do presidente.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. O presidente teria recebido a propina por intermédio de Geddel Vieira Lima, ex-secretário do governo.

Na semana passada, a PF divulgou imagens do bunker onde Geddel guardava R$ 51 milhões em dinheiro vivo. Ele está preso na Papuda.

A versão de Funaro casa com a delação de Cláudio Mello Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht. Ele tinha dito que negociou caixa 2 com Temer e aliados.

Fonte: Exame