Doenças de pele aumentam no inverno por ressecamento

22/06/2018 - 23:01 - Atualizado em 22/06/2018 - 23:01

 

Doenças de pele tendem a piorar no inverno por conta do ressecamento causado na estação mais fria do ano. Não é grave na maioria dos casos e, quase sempre, essas enfermidades são tratáveis apenas com hidratação, cremes ou xampus. "São doenças que existem o ano todo, mas pioram no inverno, justamente porque é a estação que causa mais ressecamento da pele", diz Caio Lamunier, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e do Hospital das Clínicas de São Paulo.

A mais conhecida é a dermatite seborreica, popularmente chamada de caspa. Um dos sintomas é que descama a pele, principalmente na face e no couro cabeludo, além de provocar intensa oleosidade e coceira. Já a psoríase causa inflamação na pele, vermelhidão e descascamento.

"Uma das causas é o banho com a temperatura muito quente. Para evitar, é aconselhável tomar banhos mais mornos e mais rápidos", explica Lamunier. "Outra causa é abafar a pele, como usar um gorro na cabeça", exemplifica. Já a dermatite atópica, uma das mais comuns, acontece em peles menos lubrificadas e acomete especialmente crianças de 2 a 10 anos.

"Mas os primeiros sinais podem surgir aos seis meses", conclui Lamunier. A especialista Gisela Rosa Franco Salerno, professora de dermatologia funcional do Mackenzie, lembra ainda do eczema, para quem tem sensibilidade da pele. "Em peles mais claras, aparecem vermelhões. Quando a pessoa é exposta ao sol, fica com uma espécie de queimadura". Há ainda a ictiose vulgar, que deixa a pele extremamente seca. Todos os especialistas afirmam que hidratar a pele duas vezes ao dia é o melhor remédio, além do uso diário do protetor solar.

Idoso é o grupo mais prejudicado

Os idosos devem ter cuidado redobrado no inverno, segundo Gisela Rosa Franco Salerno, professora de dermatologia funcional do Mackenzie. "Eles são os mais prejudicados. Em idades mais avançadas, a pele fica mais frágil. A hidratação segue sendo fundamental.

" Outra dica da especialista é nunca lavar o cabelo à noite. "Dormir com cabelo úmido é proibido. Causa mais queda e mais caspa, já que demora 12 horas para secar. O ideal é lavar pela manhã", afirma a especialista. (TC).

 

Fonte: Folapress