Alagoas

Acusado de homicídio com arma branca é condenado a 15 anos de reclusão

Acusado deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado, em presídio de segurança máxima; júri ocorreu na terça-feira (10)

11/04/18 - 13h44
TJ


O réu Iranildo Teixeira da Silva foi condenado a 15 anos, dois meses e 15 dias de reclusão, pelo crime de homicídio qualificado contra Agnaldo Manoel de Lima, ocorrido em setembro de 2013. O julgamento ocorreu na terça-feira (10), no Tribunal do Júri da 8ª Vara Criminal da Capital, no Fórum do Barro Duro, em Maceió. O juiz John Silas da Silva conduziu a sessão.

O acusado deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado, em presídio de segurança máxima. O réu já estava preso preventivamente por decreto em outro processo.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Iranildo teria assassinado a vítima com diversos golpes de arma branca, porque Agnaldo teria se recusado a ajudá-lo a assassinar parentes da ex-mulher do réu. O crime aconteceu no dia 27 de setembro de 2013, por vota das 23h40, no Benedito Bentes.