Alagoas

Adolescente é espancado em unidade de internação e fica em estado grave

12/04/16 - 13h11 - Atualizado em 12/04/16 - 19h03
Arquivo

Um jovem de 16 anos, que cumpria medidas socioeducativas na Unidade de Atendimento ao Menor Infrator (UAM), deu entrada em estado grave no Hospital Geral do Estado, na manhã desta terça-feira (12) após ter sido espancado por 11 companheiros de alojamento.

A assessoria Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) fala em "morte cerebral", mas o HGE não confirmou, falando apenas em estado grave.

De acordo com Seprev, o menor teria sido espancado pelos socioeducandos por ter mantido uma relação amorosa com a namorada de outro jovem. 

Porém, a assessoria informou que essa informação só foi comprovada durante a prestação dos depoimentos dos jovens agressores na Central de Flagrantes. A informação inicial, de que ele teria participado de um estupro de uma criança de cinco anos, foi descartada.

O adolescente foi socorrido com vida e levado ao HGE, onde deu entrada com vários ferimentos na região da cabeça. Segundo a assessoria da unidade hospitalar, o jovem se encontra na área vermelha, em estado muito grave, entubado, sedado, e sendo acompanhado por um neurocirurgião.

A assessoria da Seprev informou ainda que a vítima foi apreendida na tarde dessa terça (12) sob a acusação de ter cometido o ato infracional de roubo. Ele passou pelo procedimento padrão, que consiste na realização de uma entrevista, realizada pela Superintendência de Medida Sócio Educativa (Sumese). O procedimento busca traçar o perfil do jovem e comprovar se há alguma pendência entre ele e qualquer outro interno.

O jovem estava na Unidade Acolhedora, onde os jovens recém chegados passam 15 dias, uma fase de adaptação, para posteriormente serem encaminhados para qualquer uma das oito unidades da Unidade de Internação.

Os familiares do jovem já foram comunicados do estado de saúde do jovem.