Alagoas

Advogado de Gui Pagnoncelli diz que jovem foi vítima de tentativa de extorsão; assista entrevista

Ana Carla Vieira | 05/08/20 - 18h55 - Atualizado em 05/08/20 - 19h22
Reprodução/TV Pajuçara

O advogado de defesa do influenciador digital alagoano, Gui Pagnoncelli, concedeu na tarde desta quarta-feira (05), uma entrevista exclusiva ao repórter Netto Motta, da TV Pajuçara/RecordTV, e falou sobre as denúncias envolvendo o jovem, e que motivaram a abertura de um inquérito por parte da Polícia Civil de Alagoas. 

De acordo com o advogado Domingos Sávio de Sousa, Gui Pagnoncelli foi vítima de uma tentativa de extorsão. "O Gui recebe com bastante tristeza e com tranquilidade a abertura dessas investigações. A verdade é que não se trata de um fato novo na vida dele, ele batalha contra um câncer desde 2012 e nesse período enfrenta algumas campanhas de difamação nas redes sociais. Essas campanhas  tomaram um vulto um pouco maior recentemente, em decorrência de uma tentativa de extorsão que ele sofreu há alguns dias", disse o advogado durante a entrevista exclusiva. 

O advogado relatou sobre como teria sido essa tentativa de extorsão. "A pessoa se apresentou ao Gui como sendo um possível familiar de um portador de câncer e que necessitava de ajuda em dinheiro para custear o tratamento do seu parente. E essa doação teria que acontecer, sob pena dessa pessoa divulgar os fatos, supostamente desabonadores, a respeito da conduta do Gui", relatou o advogado, explicando que as denúncias foram motivadas porque o jovem não teria cedido à tentativa de extorsão.

"Toda essa trajetória de luta contra a doença é pública. O que pretendemos mostrar mais uma vez é a verdade. É uma pessoa que luta contra uma doença gravíssima, com seríssimas implicações. É uma luta de uma vida toda e infelizmente isso é aproveitado por algumas pessoas para servir de mote para ganhar seguidores, ganhar curtidas ou likes", declarou o advogado de Pagnoncelli. 

Questionado sobre o depoimento que o jovem paciente deve prestar à Polícia Civil de Alagoas, o advogado explicou que o cliente está precisando se recuperar, mas que há a intenção que ele preste todos os esclarecimentos sobre o caso o mais breve possível.

"O câncer não afeta somente ao organismo em si, mas também a mente. O Gui precisa de um descanso, por hora. Ele está precisando se recuperar emocionalmente, porque tem sido injusto e tem sido muito pesado todo esse clima que tem se criado em torno da doença dele. E tão logo ele tenha condições, ele vai comparecer, sim, e prestar todos os esclarecimentos, que é o maior desejo dele", enfatizou Domingos Sávio. 

Assista à entrevista exclusiva:

Inquérito

Nesta terça-feira (04), o delegado Gustavo Henrique, da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), informou que já instaurou um inquérito e que está ouvindo testemunhas no caso das denúncias envolvendo suposta fraude que teriam sido praticadas pelo influenciador digital Gui Pagnoncelli. 

"O inquérito foi instaurado e na semana passada mesmo já começamos a fase de coletas de prova testemunhal. Já ouvimos 3 pessoas e estão previstos mais depoimentos até o fim desta semana", disse o delegado. 

Ainda de acordo com Gustavo Henrique, a estimativa é que, encerrando-se a fase dos depoimentos, na semana que vem  a Polícia Civil possa analisar tudo que foi colhido para ter um panaroma geral sobre os fatos. 

"A partir disto é que poderemos ingressar na fase das provas técnicas", explicou o delegado da Deic. 

Gustavo Henrique afirmou ainda que o depoimento do jovem Gui Pagnoncelli será o último a ser colhido. "Ele deve ser ouvido assim que for possível pra ele, tão logo não haja prejuízo à saúde dele", enfatizou o delegado.