Economia

Água e saneamento ficam mais caros em Maceió a partir desta quarta-feira; entenda

TNH1 | 06/10/21 - 12h04 - Atualizado em 06/10/21 - 12h21
Foto: Ascom Casal

As tarifas cobradas pelos serviços de abastecimento de água e saneamento na região metropolitana de Maceió ficarão mais caras, a partir desta quarta-feira (06). De acordo com a BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços, as tarifas serão reajustadas em  8,085%, conforme aprovado pela Agência de Regulação de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), por meio da Resolução N° 22, de 25 de agosto de 2021.

O reajuste nas tarifas já tinha sido anunciado, mas foi vetado pela justiça alagoana. Procurada nesta manhã, a BRK confirmou a manutenção do reajuste e disse ter resolvido os entraves questionados pela justiça; veja:  A BRK informa que o reajuste tarifário será aplicado a partir desta quarta-feira (6), conforme resolução  N° 25/2021 da Arsal, publicada no dia 6 de setembro, que solucionou as questões legais apontadas pela liminar judicial. O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), por sua vez, informou que não vai emitir nota e que, se houver descumprimento da decisão, a parte interessada pode acionar o Judiciário.

Quando anunciada em agosto, segundo a empresa, a atualização tarifária considera o Índice Nacional da Construção Civil (INCC ) e a evolução dos custos relacionados à energia elétrica, mão de obra e aos produtos químicos, além do custo da água fornecida pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), que é responsável pela produção da água distribuída pela BRK em dez cidades alagoanas.

Reajuste - O reajuste será aplicado em todas as categorias tarifárias e faixas de consumo, bem como em outros serviços prestados pela empresa e previstos no edital da concessão, como religação de água, regularização de cavalete e ligação de água e esgoto. Dessa forma, na primeira faixa de consumo (de 0 a 10 m³) da categoria residencial, por exemplo, o valor a ser pago passará dos atuais R$ 49,70 para R$ 53,72.

Tarifa social - Já a tarifa social, benefício concedido a clientes de baixa renda, permanece com a redução de até 50% do valor. Assim, a conta de água dos clientes cadastrados nesta categoria e que consomem até 10m³ terá um aumento de R$ 2,01 – ou seja, o valor passará dos atuais R$ 24,80 para R$ 26,81 a partir de outubro. A tarifa de esgoto continua equivalente a 100% da tarifa de água em Maceió e a 80% desse valor no restante das cidades alagoanas onde a BRK atua. Para requerer a tarifa social, o cliente precisa entrar em contato com a BRK pelo Whatsapp (11) 99988 0001 ou agendar o atendimento em uma das lojas da empresa.