Alagoas

Alagoas tem queda no estoque de gasolina; Sindicombustíveis garante que não há risco de desabastecimento

TNH1 | 18/11/20 - 10h14 - Atualizado em 18/11/20 - 12h00

O Sindicombustíveis-AL garante que não há risco de desabastecimento. Mas o setor em Alagoas estaria sofrendo com uma redução na entrega de gasolina nos postos da capital e interior. 

Diversos consumidores - que contactaram a redação - sentiram a falta da gasolina comum na bomba, e proprietários relatam que já há postos sem o produto desde o começo da semana.

Segundo fontes do setor, há uma semana não chega navio em Maceió com combustível, e a alternativa é transportar de carreta do porto de Suape, em Recife.

“Em alguns casos a gente pede um volume de combustível e só chega a metade. Está complicado, e já tem gasolina chegando de Suape”, relatou um proprietário.

Inicialmente a falta da gasolina foi registrada em alguns postos da bandeira BR.

O que estaria acontecendo

Segundo o setor, o que pode ter acontecido é um erro de planejamento, onde as distribuidoras calcularam uma procura menor por conta da pandemia e da crise econômica, mas que com a flexibilização da quarentena a demanda voltou a crescer. 

O Sindicombustíveis anuncia que vai lançar nota ainda nesta quarta-feira, 18, mas adianta que não há risco de desabastecimento e que, o que pode está havendo é uma restrição de pedidos, reduzindo o estoque nos postos alagoanos. 

BR nega desabastecimento

Em nota encaminhada ao TNH1, a BR Distribuidora diz que não há desabastecimento nos postos da bandeira em Alagoas, e que houve apenas uma restrição pontual mas que reforço o suprimento por "polos secundários. 

Nota - A BR Distribuidora informa que não há desabastecimento de combustíveis nos postos de sua bandeira em Alagoas. 
Em função de oscilações na demanda, houve uma restrição pontual e a companhia reforçou o suprimento por polos secundários para atender a sua rede no estado, solucionando eventuais atrasos na entrega.