Nordeste

Animal morto está há quatro dias na Lagoa Grande, em Feira de Santana

Acorda Cidade | 02/12/19 - 11h26
Ed Santos/Acorda Cidade

Desde a última sexta-feira (29) os moradores do bairro Rocinha relatam a presença de um cavalo morto boiando na Lagoa Grande, na Avenida Eduardo Froes da Mota (Anel de Contorno), em Feira de Santana.

Eles informam que já entraram em contato com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp), mas o local onde o animal está dificulta a remoção. A lagoa é cercada por uma grade de proteção.

O secretário Justiniano França informou ao Acorda Cidade que desde sexta-feira busca soluções para recolher o animal. Ele disse que entrou em contato com a Conder para ceder um barco para puxar o cavalo até às margens da lagoa. Feito isso a Sesp terá condições de removê-lo. Até agora nada foi feito.


O deputado Zé Neto disse que o secretário entrou em contato com ele para falar sobre o assunto. O deputado federal Zé Neto informou que é a prefeitura e não a Conder a responsável pela remoção do animal.

"A prefeitura não corta a grama da lagoa, não cuida da retirada do lixo. A lagoa é um espaço público utilizado pela cidade. Não acabou o esgotamento sanitário, mas não tem nada a ver uma coisa como a outra. Temos uma empresa responsável, mas ela não tem esse recurso por ser uma situação anômala. A Conder não tem essa expertise. Nesse aspecto seria a prefeitura. Não importa quem fez a obra na lagoa, importa que é um espaço público importante na cidade”, declarou o deputado.


"