Maceió

Após relatos de grande estrondo ouvido em quatro bairros, Defesa Civil de Maceió nega tremor de terra

Lelo Macena, editor | 30/04/21 - 18h23 - Atualizado em 30/04/21 - 19h45

Após relato de internautas sobre um grande estrondo e um suposto tremor de terra, ocorridos no final da tarde desta sexta-feira, 30, na região do Cemitério Parque das Flores e da entrada do Condomínio Aldebaran, às margens da Avenida Fernandes Lima, a Defesa Civil de Maceió e o Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) informaram que não registraram qualquer ocorrência do tipo em Maceió. 

No entanto, o Serviço Geológico do Brasil informou que, apesar de seus equipamentos não registrarem nenhum abalo sísmico, o evento pode ter ocorrido e que só poderia ser confirmado pela rede local de propriedade da empresa Braskem (leia nota na íntegra no final da matéria).

A assessoria de comunicação da Braskem informou que não houve registro de ocorrência. 

A Defesa Civil de Maceió informou que nada foi detectado em seus equipamentos. De acordo com Joanna Borba, coordenadora do Centro Integrado de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cimadec), equipes fizeram monitoramento e até o momento não foi identificado qualquer tremor na região.  Veja vídeo abaixo:

Vários relatos chegaram à redação do TNH1 e da TV Pajuçara. A princípio, a informação era de que uns galpões localizados próximos à entrada do Condomínio Aldebaran haviam desabado, o que não foi constatado.

Pessoas que trabalham em estabelecimentos próximos ao local relataram um tremor. Um funcionário de uma concessionária de veículos contou que a estrutura da loja em que trabalha chegou a tremer. O grande barulho foi ouvido em bairros como Gruta, Ouro Preto, Santo Amaro e Canaã.

Bombeiros

Duas equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e estiveram no local. Os militares conversaram com funcionários da Honda Tayo. Eles contaram que estavam no primeiro andar da empresa quando sentiram um tremor que chegou a derrubar alguns objetos no chão.

Um morador da região também contou aos militares do CB que ouviu um estrondo seguido de um tremor. Um copo que estava em cima da mesa caiu no chão, segundo um morador.

De acordo com o CB, os militares não localizaram nada que justificasse o tremor, mas orientaram a população a entrar em contato com o 193 caso um novo evento voltasse a ocorrer.

Nos grupos de whatsapp, o “estrondo” virou assunto durante a tarde. Veja as imagens abaixo.

Histórico

Em março de 2018, tremores de terra foram registrados no bairro Pinheiro, na parte alta de Maceió. Foi o primeiro evento que marcaria, três anos depois, a evacuação de quatro bairros por causa da instabilidade do solo provocada pela extração de sal-gema pela Braskem.

Nota CPRM
“O Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM), que integra a Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), informa que as estações com transmissão on-line ativa mais próximas à região do bairro em Maceió (AL) não registraram abalo sísmico nesta sexta-feira (30), no entanto o evento pode ter ocorrido. A informação pode ser confirmada por meio de dados registrados pela rede local de propriedade da empresa Braskem”.