Polícia

Assassinato de capitão da PM será investigado pela Força Nacional

O capitão Rodrigo Rodrigues, 32 anos, foi morto ocorrência quando tentava recuperar celular roubado

11/04/16 - 14h07 - Atualizado em 11/04/16 - 14h26
Cortesia

O assassinato do capitão da Polícia Militar Rodrigo Moreira Rodrigues será investigado por uma equipe da Força Nacional, que atua no Estado desde 2012. A informação foi repassada pela assessoria da Polícia Civil de Alagoas nesta segunda (11), segundo dia após ser aberto o inquérito sobre a morte do PM durante ocorrência na Santa Amélia, no último sábado, 09.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, policiais da Força Nacional que atuam na Delegacia de Homicídios (DH) em Alagoas vão assumir a investigação pelo fato do homicídio ter ocorrido na Santa Amélia, área de competência da equipe nacional.

Saiba mais

Mesmo assim, “o caso continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios. Porque é lá onde os policiais da Força Nacional atuam”, de acordo com a assessoria.

O delegado Luiz Felipe Rosado vai assumir o comando das investigações, que concluirá o inquérito e o enviará para o coordenador da DH, Egivaldo Lopes.

A Força Nacional tem dez dias para a conclusão do inquérito, a partir do momento em que o suspeito , Agnaldo Lopes de Vasconcelos, foi preso, nesse domingo (10).