Alagoas

Associação de Produtores de Eventos acredita que agenda em Alagoas possa ser retomada ainda este ano

Redação TNH1 | 16/04/20 - 14h31 - Atualizado em 16/04/20 - 16h26
Divulgação

Com o isolamento social imposto como medida de combate ao coronavírus no mundo inteiro, o segmento dos shows e eventos não ficou de fora. Em Alagoas, toda a agenda foi suspensa e os empresários aguardam a normalização no cenário para voltar às atividades. A perspectiva é que ainda este ano seja possível organizar uma nova agenda. 

O empresário Sérgio Feitosa, representante de Alagoas na Associação Brasileira de Produtores de Eventos (Abrape), diz que é preciso associar cautela com o sentimento de não causar pânico e desânimo à população. “A classe empresarial que atua nesse segmento no Brasil inteiro está cumprindo as recomendações das autoridades sanitárias e de saúde. Assumindo o compromisso com a responsabilidade, suspendemos uma quantidade enorme de shows em todos os estados do país exatamente porque pensamos na segurança dos nossos clientes. Mas, quando os especialistas garantirem que não vamos colocar em risco a vida da população, gradualmente voltaremos com a agenda de eventos. A gente sabe que todo mundo precisa de momentos de diversão para fugir do estresse do dia a dia. E música, teatro e cinema nos dão essa sensação de prazer”, ponderou ele. 

Sérgio Feitosa também lembrou que, a exemplo do que está projetado para acontecer em outros países que, aos poucos, estão retornando à sua rotina, no segundo semestre deste ano de 2020 talvez já seja possível essa agenda voltar a ser promovida.

“Ressalto que o segmento de eventos seguirá agindo com a prudência necessária capaz de assegurar a saúde do nosso público. É claro que estamos com saudade desse calor humano e da troca de energia que é sempre muito boa, porém, o valor da vida é o que mais importa neste momento. Então, se der e for recomendado pelos poderes públicos e pelos especialistas, a partir de agosto ou setembro poderemos ter um calendário divulgado. Mas, o que posso afirmar mesmo é que, quando tudo isso acabar, todos nós estaremos juntos novamente para celebrar a vida”, disse o empresário. 

Além de membro da Abrape, Sérgio Feitosa também é integrante do Comitê de Gerenciamento de Impactos Econômicos da Crise, criado pelo governo de Alagoas no início da pandemia da Covid-19.