Nordeste

Ato pede justiça pela morte do menino Miguel nesta sexta

Diário de Pernambuco | 09/10/20 - 16h54
Divulgação

Na manhã desta sexta-feira (9) ocorre o ato “Em defesa de crianças e adolescentes negros: justiça por Miguel”. O encontro aconteceu na praça do Diario, zona central do Recife, às 10h. O ato conta com a presença de Mirtes Renata, mãe do pequeno Miguel, menino de 5 anos que morreu sob a guarda da primeira dama de Tamandaré, Sarí Corte Real, além de representantes do Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social juntamente com outras instituições de garantias de direitos para endossar a luta por justiça e proteção das nossas crianças negras. 

“A criança negra no Brasil é desprezada diariamente quando não é tratada com as especificidades que se olharia para qualquer outra. No Brasil, a criança negra não é vista como criança, e sim como um ser com responsabilidades e percepção de desumanização”, aponta Kamila Santos, psicóloga do Cendhec, na área de Direito das Crianças dos Adolescentes.