Brasil

Avianca Brasil descumpre promessa e não sabe quando pagará salários

Folhapress | 17/05/19 - 18h56

A Avianca Brasil não cumpriu o compromisso de pagar salários e benefícios de seus funcionários até esta sexta-feira (17). Em comunicado enviado a seus empregados na noite de 17 de maio, afirma estar "em busca de alternativas" para depositar os valores, mas não estipula uma data para fazê-lo.

A empresa, que está em recuperação judicial, não tem depositado FGTS nem ressarcido os funcionários que são demitidos, segundo os sindicatos das categorias dos aeronautas e aeroviários.

A aérea havia emitido comunicado no dia 10 de maio em que diz que tentava liberar "créditos que detém junto a instituições financeiras, oriundos de vendas realizadas através de cartões de crédito" e se comprometeu a pagar os salários atrasados até o dia 17.

A Avianca afirmava ainda contava com a realização do leilão de seus ativos, previsto inicialmente para o dia 7 de maio, mas suspenso pela Justiça a pedido de uma credora da aérea.

A manifestação ocorreu após o Ministério Público do Trabalho de São Paulo determinar que esclarecesse quando pagará os débitos trabalhistas.

A companhia iniciou nesta semana um movimento de demissões em massa. Desde a última segunda-feira (13), foram 900 tripulantes dispensados, segundo Ondino Dutra, presidente do Sindicato dos Aeronautas.

Os pilotos e comissários da aérea iniciaram uma greve nos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont nesta sexta. Por determinação da Justiça, os empregados têm mantido 60% das operações durante a paralisação.

Já os aeroviários farão uma assembleia no dia 21 de abril para decidir se entram em greve.