Alagoas

Baixo isolamento faz HGE atender mais de mil vítimas do trânsito

Agência Alagoas | 29/05/20 - 09h18 - Atualizado em 29/05/20 - 09h54
Foto: Carla Cleto / Agência Alagoas

Desde o último dia 17 de março, quando foi publicado o primeiro decreto estadual que elencou as medidas para o enfrentamento do novo coronavírus, entre as quais está o isolamento social, o Hospital Geral do Estado (HGE) já atendeu 1.081 vítimas de acidentes de trânsito. Quantitativo que tem preocupado as equipes médicas, pois o descumprimento da medida governamental tem levado muitas pessoas às ruas, resultando no aumento do número de colisões, atropelamentos e quedas de moto e bicicleta, além de contribuir para o crescimento da disseminação da Covid-19.

Nesses 70 dias já foram notificados 487 acidentes de moto, 394 colisões, 86 atropelamentos, 75 acidentes de bicicleta e 39 capotamentos. Uma média de aproximadamente 15 acidentes por dia. É válido recordar que esses números são apenas os registrados pela maior unidade de urgência e emergência de Alagoas, ou seja, eles crescem se forem considerados os quantitativos notificados em outros hospitais, sejam eles públicos ou privados.

“O que também nos leva a suspeitar de que as pessoas ainda não estão respeitando o decreto do Governo de Alagoas como deveriam. Ainda não estão evitando sair de casa; ou quando saem, provavelmente não tem se atentado a diminuir a velocidade do veículo e a observar melhor a movimentação nas ruas, pois mesmo aparentemente vazias, podem apresentar uma falha inesperada”, analisou o cirurgião geral do HGE, Álvaro Bulhões.