Alagoas

Balanço: para governo de AL, 2017 foi o ano de avanços na Educação, Segurança e Economia

31/12/17 - 08h05

Texto: Petrônio Viana

O ano de 2017 chega ao fim com saldo positivo e a perspectiva de novos avanços em 2018, mesmo com um Estado ainda sob os efeitos da crise que atinge o Brasil. Essa é a avaliação do governador Renan Filho, que destaca a superação das barreiras econômicas e a consolidação de projetos e programas do Governo de Alagoas como principais marcas deixadas pelo ano que passou.   

Renan Filho aponta as vitórias alcançadas em áreas importantes do Governo, como as obras estratégicas na Saúde e a queda nos números da violência em Alagoas, bem como o equilíbrio fiscal alcançado pelo Estado, em comparação com as dificuldades registradas por outras unidades da Federação no cumprimento de compromissos financeiros. 

“Chegamos até aqui com a cabeça erguida. Na Segurança Pública, vivemos um novo momento. Alagoas investiu, só em novos equipamentos, cerca de R$ 35 milhões. Convocamos a reserva técnica da PM e fizemos concurso público para o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Construímos, também, o Laboratório Forense e estamos edificando o novo Instituto Médico Legal. Nós tivemos a consolidação de programas importantes em 2017, como o avanço dos Centros Integrados de Segurança Pública, da Força-Tarefa, do monitoramento aéreo, a contratação dos policiais nos dias de folga e realização de concurso público, só para falar da segurança pública”, disse Renan Filho. 

“Agora em janeiro, vamos entregar o Complexo de Delegacias Especializadas, no bairro do Bebedouro. Com esses investimentos todos, tiramos Alagoas do primeiro lugar no ranking da violência para oitavo lugar, e vai cair mais; como também tiramos Maceió do primeiro lugar dessa lista, o que só demonstra que estamos no caminho certo”, avaliou o governador. 

Renan Filho lembrou ainda dos avanços na Educação, reafirmados com a publicação do edital do concurso para 850 vagas de professores em 13 disciplinas, destinados a todas as Gerências Regionais de Ensino. 

“Na Educação, são três anos de muito trabalho, de muita dedicação, de investimentos com as escolas em tempo integral; de recuperação de unidades de ensino e de novos ginásios poliesportivos. Consolidamos o programa de escolas em tempo integral, construímos muitos ginásios de esportes, muito mais do que existia em Alagoas antes deste Governo; lançamos o programa Escola 10, que trabalha a qualidade o ensino. Agora, no dia 29 de dezembro, publicamos o edital do concurso para 850 vagas para professores da rede estadual de ensino. Essa é uma grande vitória, que demonstra a disposição do Governo na melhoria da qualidade de ensino em Alagoas”, afirmou. 

Na Saúde, o governador apontou a construção do Hospital Metropolitano, no Benedito Bentes - cuja estrutura do primeiro bloco deve ser finalizada em março de 2018 -, do Hospital da Mulher (Foto abaixo), no Poço - que será inaugurado no primeiro semestre de 2018 -, e dos hospitais regionais como sinal da transformação do setor em Alagoas. 

“Na saúde, nós seguimos ampliando os serviços do Hospital Geral do Estado, consolidamos a Casa do Coraçãozinho, preparamos a Unidade de Emergência do Agreste para sua triplicação, que iniciará agora em janeiro, adquirimos terrenos para novas unidades de Pronto Atendimento, avançamos bastante com as obras do Hospital da Mulher, que será entregue no primeiro semestre do ano que vem e tiramos do papel o sonho da construção do Hospital Metropolitano. A obra está linda. Há mais de 50 anos não se constrói um hospital público em Maceió. Então, 2017 foi o ano em que começamos a construir o Hospital Metropolitano, uma obra histórica para a nossa capital, para o Estado de Alagoas. Foi o ano em que conseguimos iniciar também a construção dos hospitais regionais, como o de Porto Calvo. A Saúde é uma área prioritária nesta gestão, e estamos empenhados em seguir avançando”, garantiu Renan Filho. 

Outras obras foram citadas pelo governador, lembrando as melhorias em mobilidade urbana na capital e interior do Estado. “Na área da infraestrutura, tivemos vários sonhos também realizados. Consolidamos o programa Pró-Estrada, que recuperou, duplicou ou implantou mais de 800 quilômetros de rodovia em Alagoas. Temos o viaduto da Polícia Rodoviária Federal, licitado e com ordem de serviço assinada. O Ministério dos Transporte já transferiu R$ 46 milhões para o Estado e nós já tínhamos R$ 17 milhões, então já são R$ 64 milhões. Esse recurso já garante quase 100% da obra. Ou seja, ela não vai sofrer interrupção por falta de recurso público. É uma obra fundamental para Maceió, que começa a sair do papel”, destacou.

“Encerramos o ano com todas as contas em dia. Pagamos o 13º salário antecipado, fechamos o ano em dia com fornecedores, de maneira que, enquanto vários estados do Brasil estão em uma crise enorme, sem pagar salários, com a violência explodindo, a gente enfrenta a crise com a cabeça erguida, com muita dedicação e com muitas realizações, o que nos dá uma boa expectativa para 2018, quando vamos seguir trabalhando com um olhar especial, com foco no que vem dando certo, para que a gente aplique mais recursos no que está dando certo. Eu espero muito que, em 2018, a gente possa fazer bem mais, mais rápido, aproveitando cada vez melhor o recurso público. Vamos seguir avançando com novas estradas, investimentos em abastecimento de água e esgotamento sanitário, de maneira que a gente observa o Estado melhorar”, concluiu Renan Filho.