Mundo

Cão totalmente coberto de piche é salvo após alerta de outros animais

BHAZ | 14/02/20 - 10h11 - Atualizado em 14/02/20 - 12h48

Um cachorro foi encontrado dentro de um poço de piche em Buenos Aires, na Argentina, nesta semana. Ao perceber a situação, outros cães começaram a latir e algumas crianças que estavam nas redondezas perceberam a situação e informaram os bombeiros. Agora, a polícia investiga se cão caiu no poço ou foi jogado. As informações são do The Sun.

O incidente chocante aconteceu em Merlo, um bairro no subúrbio de Buenos Aires. Segundo a polícia, o cachorro Aloe, nome dado pelos socorristas, ficou completamente encharcado após ser retirado do poço. O cão estava exausto e com a saúde muito debilitada.

A linha de investigação da polícia aponta que o cachorro possa ter caído ou até mesmo ter sido jogado. O poço de piche fica em um local abandonado no bairro. Os bombeiros enalteceram a ação dos outros cachorros e das crianças pois, segundo os militares, o cão poderia ter morrido em pouco tempo.

As equipes de resgate disseram que o choro do animal atraiu outros cães que começaram a latir em uma aparente tentativa de pedir socorro. Segundo a organização, a operação de resgate ininterrupto levou cerca de nove horas e, para a limpeza, muito sabão.

Quando puxado do poço, o cachorro estava totalmente coberto de alcatrão, que começara a endurecer deixando o cão em uma situação muito complicada.

Limpeza e ‘renascimento’

O “Projeto 4 Patas”, que ajudou no resgate e limpeza do cão, explica que o animal estava preso ao chão e petrificado. “Cem porcento de seu corpo estava endurecido. Sua boca, olhos, ouvidos, tudo. Ficamos chocados, nunca estivemos na frente de um animal nessas condições, mas era hora de nos concentrarmos e usar nossa vontade e amor para tirá-la dessa situação de pesadelo o mais rápido possível”.

A limpeza inicial estava ocorrendo no local, mas o cão foi levado a uma clínica para tratamento adicional. A organização acrescentou: “Nós já estávamos informados sobre como trabalhar, tínhamos horas e horas à nossa frente do trabalho”.

“Reunimos voluntários, nos organizamos em equipes, compramos litros e litros de óleo e, durante nove horas sem parar, limpamos o piche”. O cão foi finalmente limpo e a imagem dos resultados também foi compartilhada pela organização.

Aloe passa bem, e os voluntários completaram: “E aqui você tem Aloe, este é o dia de seu segundo nascimento, porque não há dúvida de que ela nasceu de novo”.