Alagoas

Cargas irregulares com mais de 2.500 frangos vivos são apreendidas em Alagoas

Redação TNH1 | 10/07/20 - 07h35 - Atualizado em 10/07/20 - 08h07
Cortesia

Uma ação realizada na madrugada desta sexta-feira, 10, entre o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (ADEAL) e a Secretaria da Fazenda do Estado de Alagoas (Sefaz), resultou na apreensão de mais duas cargas com aves vivas em situações sanitária e fiscal irregulares. Uma pessoa foi presa.

De acordo com a polícia, a operação se dividiu em diversos pontos do interior do Estado, como os municípios de Quebrangulo, Igaci, Chã Preta, Atalaia, Messias e Rio Largo, e também em Maceió. Dois caminhões, que transportavam 2.652 animais, apresentaram irregularidades e foram recolhidos.

A primeira apreensão aconteceu na Via Expressa, em Maceió, quando os agentes voltavam de diligência na AL-105. O veículo estava com 1.728 frangos vivos com o condutor sem nenhuma documentação. O motorista e o automóvel foram levados para a Central de Flagrantes I, no Farol, e o homem acabou autuado em flagrante por crime de ordem tributária, sem pagamento de fiança.

Logo depois, um outro caminhão foi removido em Girau do Ponciano, no Agreste alagoano. Ele transportava 924 aves nas mesmas condições citadas acima. O veículo foi direcionado ao Estado de origem após os procedimentos realizados pela ADEAL.

Os militares observaram, durante as abordagens, que a maioria dos motoristas já se preocupou em regularizar os produtos. A ação tem como finalidade controlar, fiscalizar e monitorar o trânsito de animais e vegetais, com o objetivo de diminuir e eliminar os riscos de disseminação de pragas e enfermidades no Estado, além do cumprimento da parte tributária.

Nesta semana, carretas com 5.200 frangos vivos foram flagradas nas rodovias alagoanas. As cargas vinham de Pernambuco.