Saúde

Cílios postiços ou alongados podem provocar queimaduras na ressonância magnética

TNH1 com agências | 12/11/19 - 11h39
Divulgação

Duas imagens de olhos com as pálpebras queimadas e cílios postiços derretidos chamaram a atenção de milhares de internautas no Facebook, depois que o médico Hércules Fontes fez a postagem na rede social, no dia 4 de novembro.

Na legenda, ele alerta: "Se for fazer ressonância, avise seu médico caso tenha alongamento nos cílios (ou cílios postiços)".

De acordo com Fontes, alguns cílios aplicados tem ímãs, e o delineador pode conter fórmulas com pó de ferro na composição. Ele orienta a avisar à clínica que irá realizar a ressonância ou retirar antes do exame para evitar queimaduras.

As imagens são tão fortes que parecem irreais, mas o radiologista Rafael Santiago, ouvido pelo portal G1, explica que o equipamento de ressonância magnética funciona de forma semelhante a um micro-ondas. Por isso, o contato com metal pode comprometer a segurança.

"Existem dois tipos (de cílios postiços), um com cola, e também tem o tipo com imã. Uma reportagem do Reino Unido mostra que como a máquina de ressonância magnética também é um grande imã, ela pode atrair e machucar a pálpebra da paciente", afirma.

O radiologista aponta que o risco é baixo, mas existe. Por isso, alguns laboratórios já perguntam aos pacientes sobre os cílios.

Tatuagens e micropigmentação de sobrancelhas também podem trazer risco devido ao material da tinta. Santiago orienta que os pacientes esperem pelo menos 15 dias após o procedimento.

"