Polícia

Cliente arranca parte da orelha de trabalhador com mordida após ser impedido de comprar fiado; vídeo

TNH1 com Correio Notícia | 02/10/21 - 08h07 - Atualizado em 02/10/21 - 08h27
Reprodução

O funcionário de uma lanchonete teve parte da orelha arrancada após receber uma mordida de um cliente enfurecido por não poder comprar fiado no estabelecimento situado na Avenida Elísio Maia, no centro da cidade de São José da Tapera, Sertão alagoano. O caso aconteceu nessa sexta-feira, 1º.

Segundo testemunhas, o cliente escolheu as bebidas na lanchonete com o objetivo de pagar pela compra em outro momento. O garçom que o atendeu explicou que não era autorizado pelo proprietário a vender fiado. Irritado com a recusa, o homem teria ameaçado quebrar os móveis, caso fosse impedido de levar as bebidas sem pagar. Diante da situação, o garçom recolheu os produtos.

Desestabilizado com a atitude do funcionário, o suspeito teria tentado agredi-lo, mas teria sido contido por outros trabalhadores do estabelecimento, que também teriam sido alvo de murros e chutes. Durante a confusão, para defender a mãe da investida do cliente, o chapeiro identificado como Guilherme tentou imobilizá-lo e teve parte da orelha decepada pela mordida do homem. Após o ataque, o suspeito fugiu e o funcionário foi socorrido.

O caso foi registrado no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), sediado na cidade. O cliente, que trabalha como mecânico, ainda não foi localizado pelos policiais.