Alagoas

Com mais de 60 mil recuperados, AL tem menor ocupação de UTI desde o início da pandemia

Eberth Lins | 10/08/20 - 08h12 - Atualizado em 10/08/20 - 08h26
Foto: Márcio Ferreira / Agência Brasil

Alagoas registra atualmente a menor taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) desde o início da pandemia de Covid-19, segundo o governador Renan Filho (MDB).

De acordo com o governador, a taxa de ocupação em Maceió é de 40% e 50% no interior.  A informação foi compartilhada na noite desse domingo (09) no perfil oficial de Renan Filho na rede social Twitter.

Conforme o último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau ), divulgado nesse domingo, o estado confirmou mais 865 casos de Covid e tem um total de 67.613 casos confirmados até o momento, sendo 5.388 em isolamento domiciliar e 171 internados em leitos públicos e privados. Também foram registradas mais 12 mortes em território alagoano, totalizando 1.677 óbitos causados pela Covid-19.

Ainda de acordo com a Sesau, dos 1.326 leitos criados para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 370 estavam ocupados até as 17h do sábado (08), o que corresponde a 28% do total. Atualmente, 139 pacientes estão em leitos de UTI, 13 em leitos intermediários e 218 em enfermaria. 

Recuperados

O estado também já ultrapassou a marca de 60 mil recuperados da doença. Segundo a Sesau, 60.375 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e estão recuperados da doença. 

Há 1.228 casos em investigação laboratorial.