Alagoas

Comissão do concurso para Polícia Penal vai tirar dúvidas sobre execução de exercícios

Ascom Seris | 13/01/22 - 09h30 - Atualizado em 13/01/22 - 11h11
Ascom Seris

A comissão da SERIS (Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social) responsável pela aplicação do teste de aptidão física (TAF) do concurso para policial penal vai disponibilizar vídeos com orientações sobre a execução das provas. O objetivo é informar aos candidatos como são exigidos alguns movimentos que compõem os exercícios, para que estes possam se preparar e executá-los de modo a não serem desclassificados, já que o TAF é eliminatório.

O grupo de trabalho constituído de policiais penais, responsável pela aplicação, procedeu a uma visita técnica às instalações do local onde será aplicado o TAF, que consiste na segunda etapa do concurso para ingresso na corporação. O TAF do concurso para policial penal será aplicado no Complexo Esportivo/Vila Olímpica Edson Maia de Queiroz, nos dias 1º, 2 e 3 de fevereiro.

Um ponto de referência do local é procurar pelo Complexo Esportivo do Conjunto Padre Ernesto, na Rua Santa Rita, na comunidade Chã do Pilar, na cidade de Pilar – região metropolitana de Maceió (o complexo fica às margens da BR-101), a cerca de 300 metros, após o trevo de acesso para Atalaia. Porém, em vez de continuar na BR–316, se pega a pista em direção a Aracaju – SE (BR–101).

Por se tratar de etapa de exame de seleção para acesso ao serviço público, o TAF é revestido de uma série de cuidados e critérios de exigência, para garantir total isonomia de condições aos candidatos – para que todos tenham a certeza de concorrer em condições de igualdade com os demais.

Integram o grupo de trabalho – e participaram da visita técnica – os também policiais penais Marciano Alex, chefe especial das unidades prisionais; Stênio Antônio de Lima Silva, supervisor do Grupo de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit); José Rubens Silva Cavalcante Lins, chefe de Segurança e Disciplina das Unidades Prisionais e o capitão PM Alucham Araújo Fonseca de Sena, que também integra o corpo dirigente da SERIS.

Assim como as demais regras do concurso, definidas em edital, o teste vai constar de execução de provas para mensurar a capacidade física das candidatas e candidatos e será realizado em três dias. Estas serão realizadas no ginásio do Complexo esportivo.

No primeiro dia, conforme o edital do concurso, a seleção consta de abdominal supra tocando os cotovelos nos quadríceps, barra fixa/isometria e corrida de ir e vir (shuttle run). No segundo dia, os testes serão de corrida de 2.000m para masculino e 1.800m para feminino e no terceiro dia, o TAF constará de prova de natação, com extensão de 25 metros em piscina. As provas do TAF serão realizadas de 7h às 11h e todos esses equipamentos estão disponíveis no Complexo, em Pilar – daí sua escolha.

O supervisor do Gerit explicou que, nos próximos dias será disponibilizado um vídeo com orientações de profissional da área, apresentando as formas corretas de execução dos exercícios, para que os candidatos possam executá-los de modo correto, para que não sejam desclassificados.

Há recomendações até em relação à corrida. Segundo ele, não há uma maneira específica para executar este exercício/modalidade/prova, que é um dos mais elementares. Porém, se o candidato prejudicar o que está na raia ao lado, será desclassificado, já que essa prova será dividida por baterias, com mais de um candidato correndo numa mesma bateria.

As orientações, depois de gravadas, serão disponibilizadas em espaços oficiais referentes ao concurso, como a página oficial da SERIS. Stênio Lima adverte ainda que os candidatos terão que apresentar laudo médico informando que estão aptos à prática de exercícios físicos, ainda que a organização, além de dezenas de outros detalhes, vá disponibilizar equipe de saúde para estar presente ao local durante o TAF.