Alagoas

Condutor é resgatado de helicóptero em estado grave após carreta tombar na BR-101, em Messias

Ascom Sesau | 05/11/20 - 13h49 - Atualizado em 05/11/20 - 16h10
Divulgação / Samu

A equipe aeromédica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas foi acionada após uma carreta tombar na BR-101, entre os municípios de Messias e Flexeiras, região metropolitana de Maceió. Para a ocorrência desta quinta-feira (5) foram liberados helicóptero do Serviço Aeromédico, e a Unidade de Suporte Básico (USB) da cidade de Murici.

O acidente aconteceu depois que o condutor perdeu o controle do veículo e acabou tombando em um canavial. A vítima do sexo masculino, de 48 anos, é natural do Estado de São Paulo e acabou ficando presa às ferragens da carreta. A ocorrência também contou com apoio dos profissionais do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL).

De acordo com Marcos Viana, médico do Serviço Aeromédico do Samu Alagoas, o paciente foi resgatado em estado grave e transportado pela aeronave para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

“O condutor da carreta apresentava fratura no fêmur direito, um ferimento extenso na região do abdômen e sinais de hemorragia. Fizemos todos os procedimentos para a estabilização dos sinais vitais do paciente e, com ajuda dos profissionais do CBMAL, conseguimos conter o sangramento, imobilizá-lo e transportá-lo até o HGE”, relatou o médico.

O paciente se encontra na área vermelha da unidade hospitalar, onde passou por exames de imagem e avaliação da equipe médica do maior hospital público de Alagoas.

Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu
Divulgação / Samu

Transferência de vítima de infarto – Antes do resgate feito na BR-101, o Serviço Aeromédico realizou a transferência de um hospital de Capela para o HGE, em Maceió.

De acordo com Marcos Viana, o paciente era um idoso, de 68 anos, que sofreu um infarto agudo do miocárdio e precisou ser transferido para o HGE para dar continuidade ao tratamento da doença.

“O paciente, ao chegar na unidade hospitalar de Capela, sofreu uma parada cardíaca, que foi revertida pela equipe local. Depois de ser estabilizado, foi transportado para o HGE, em Maceió”, informou o médico.