Maceió

Contra cortes na Educação, manifestantes fazem ato na Fernandes Lima

TNH1 com assessorias | 13/08/19 - 10h41 - Atualizado em 13/08/19 - 10h48
Cortesia / Sintietfal

Uma manifestação contra os cortes de investimentos na Educação e contra a reforma da Previdência é realizada na manhã desta terça (13) em Maceió e outras cidades do Brasil. Na capital alagoana, estudantes, servidores públicos e integrantes de movimentos sociais se reuniram em frente ao Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa), no bairro do Farol, de onde saem em caminhada pela Avenida Fernandes Lima em direção ao Centro.

O movimento é chamado de Tsunami da Educação ou Greve Nacional da Educação, e é contrário ainda às mudanças na forma de investimento em universidades públicas previstas no projeto de governo batizado de "Future-se”.

De acordo com o presidente do Sintietfal, Hugo Brandão, os institutos e as universidades federais ameaçam não concluir o ano letivo por falta de orçamento. “Bolsonaro cortou 30% das verbas dos institutos e universidades federais. Disse que se fosse aprovada a reforma da Previdência poderia devolver os R$ 6,1 bilhões retirados da educação. Mas, quem acreditou nesse discurso foi enganado, mais uma vez”, criticou.

O Gerenciamento de Crises da Polícia Militar e o Batalhão de Polícia Escolar acompanham o protesto, que segue até o Palácio República dos Palmares, ocupando parte da Fernandes Lima, no sentido Centro.