Alagoas

Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio

10/04/16 - 12h17 - Atualizado em 10/04/16 - 14h06

Em clima de muita tristeza, o corpo do capitão da Polícia Militar (PM), Rodrigo Moreira Rodrigues, 32 anos, morto na noite desse sábado, durante uma abordagem policial a uma residência de um condomínio de luxo, no bairro de Santa Amélia, está sendo velado, no salão do palácio Floriano Peixoto , no centro de Maceió.

Conhecido entre a tropa pelo profissionalismo e caráter no exercício da profissão, o capitão deixa um filho de apenas 8 meses. Diversos policiais que tiveram o capitão Rodrigo como instrutor ressaltaram a competência e a seriedade do oficial em sua missão como policial militar.

Familiares, amigos e colegas de farda não se conformavam com a morte do militar, considerado pela maioria como um dos mais bem preparados oficiais da Polícia Militar de Alagoas.

"Eu abriria mão do comando-geral da Polícia Militar para ter de volta o capitão Rodrigues. Mas como isso não é possível, nos cabe conceder a ele todas as honras neste momento, porque ele morreu cumprindo o juramento que fez, morreu como um herói", disse emocionado o coronel Marcos Sampaio, comandante-geral da PM.

Amigo pessoal e padrinho de casamento, o capitão PM James Alves era um dos mais emocionados. Conhecia o capitão Rodrigues há 13 anos, desde quando estudavam para o concurso da PM. "Ele era um oficial apaixonado pela polícia. Era um sonhador. Sonhava com uma polícia melhor, mais estruturada. Era um exemplo na PM. Talvez tenha sido o oficial mais atuante de sua geração, o que mais efetuou prisões e apreendeu armas", disse o capitão James.

O Capitão Rodrigues estava na PM desde 2005. Atualmente era lotado no Batalhão de Rádio Patrulha, mas já havia passado pelo 1º BPM. Também participou de missões pela Força Nacional, em Rondônia, Paraná, Goiânia e Rio de Janeiro. Era um dos principais instrutores da Academia de Polícia Militar.

"Ele era o cara responsável pelo planejamento das operações e instruções da Rádio Patrulha. Era um policial altamente técnico, legalista. Um homem de conduta ilibada, pai e marido exemplar", disse o capitão Silvio César, outro amigo do militar.

O sepultamento do corpo do capitão Rodrigues está previsto para as 17h, no Parque das Flores.

Veja vídeos:

Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio
Corpo do capitão PM assassinado em abordagem a residência é velado no Palácio