Alagoas

Covid: Alagoas inicia mês de julho com 36.819 casos e 1.072 óbitos

Ascom Sesau | 01/07/20 - 17h46 - Atualizado em 01/07/20 - 18h00
Imagem: Agência Alagoas

O Boletim Epidemiológico desta quarta-feira (01/07) confirma mais 857 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 36.819 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 7.285 estão em isolamento domiciliar e 224 internados em leitos públicos e privados. Outros 28.236 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 2.156 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais 20 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 1.072 óbitos por Covid-19.

Mais 20 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus. Sete vítimas moravam em Maceió, sendo cinco mulheres, com idades de 82, 61, 77, 94 e 86 anos; e dois homens de 33 e 95 anos. A mulher de 82 anos era hipertensa e faleceu no Hospital Universitário; a vítima de 61 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Universitário; a mulher de 77 anos também não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Veredas; a vítima de 94 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Sanatório; e a mulher de 86 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital do Coração. O homem de 33 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Maceió; e o homem de 95 anos era diabético e faleceu no Hospital Veredas.

A Covid-19 vitimou mais 13 pessoas que residiam no interior do estado, sendo sete homens e mais seis mulheres. O homem de 68 anos, de Japaratinga, era diabético e faleceu no Hospital da Mulher; o homem de 82 anos, de Novo Lino, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Metropolitano; o homem de 76 anos, de São Miguel dos Campos, era diabético e faleceu no Hospital Daniel Houly; outro homem de São Miguel dos Campos, de 83 anos, não tinha registro de comorbidades e faleceu na UPA São Miguel; o homem de 59 anos, de Piaçabuçu, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Universitário; o homem de 74 anos, de Arapiraca, era diabético e faleceu no Hospital Chama; e o homem de 43 anos, de Porto Calvo, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital da Mulher.

Em relação aos óbitos do sexo feminino, a mulher de 76 anos, de Junqueiro, era hipertensa e faleceu enquanto estava sendo socorrida em uma ambulância; a vítima de 96 anos, de São Miguel dos Milagres, tinha sequelas de AVC e faleceu no Hospital Sanatório; a mulher de 51 anos, de Marechal Deodoro, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Metropolitano; a vítima de 77 anos, de Paulo Jacinto, era diabética e faleceu no Hospital Universitário; a mulher de 91 anos, de Jequiá da Praia, era diabética e faleceu no Hospital Carvalho Beltrão; e a vítima de 53 anos, de Santana do Ipanema, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Clodolfo Rodrigues.

Óbitos – Até hoje, foram confirmados 1.072 óbitos por Covid-19 em território alagoano, mas sete deles eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas cinco homens e duas mulheres.

Leitos de Covid-19 do Estado – Dos 1.238 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 653 estavam ocupados até as 17h da quarta-feira (01/06), o que corresponde a 53% do total. Atualmente, 198 pacientes estão em leitos de UTI, 20 em leitos intermediários e 435 em enfermaria. Para acompanhar a evolução da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, acesse