Futebol

CRB abre 2 a 0, mas cede empate ao Vitória no fim do jogo: 2 x 2

TNH1 com Futebol Interior | 23/08/20 - 08h09 - Atualizado em 23/08/20 - 08h20
Gustavo Henrique/CRB

O CRB abriu vantagem com dois gols, mas relaxou no final do segundo tempo e cedeu o empate em 2 a 2 ao Vitória, na noite desse sábado, 22, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Os gols do Regatas foram marcados pelo atacante Léo Gamalho, chegando a seis e isolado na artilharia do torneio. Já os baianos balançaram as redes aos 45 e aos 48 minutos da etapa final com Vico e Marcelinho.

Com o empate, o CRB perdeu a chance de dormir no G4, porque atingiu os oito pontos, e está agora em 5ª lugar. O Vitória, ainda invicto, soma sete pontos, com quatro empates e uma vitória. O rubro-negro está na 9ª posição.

COMEÇO IGUAL

Os dois times iniciaram o jogo bem distribuídos em campo. A proposta de jogo do CRB, mesmo jogando em casa, era atrair o Vitória para que sobrassem espaços para as penetrações. Mas a obediência do time baiano impediu que os planos dos alagoanos dessem certo.

No único lance que a marcação baiana falhou, o CRB abriu o placar. Diego Torres recebeu livre pelo lado esquerdo e teve tempo de levantar a cabeça e cruzar alto. A bola passou sobre dois defensores e sobrou para o chute do oportunista Léo Gamalho. Gol aos 46 minutos.

MAIS NA FRENTE

No segundo tempo, o Vitória adiantou a sua marcação, empurrando o CRB para seu campo de defesa. Apesar da pressão, não conseguiu superar a boa marcação do mandante que sonhava em acertar um bom contra-ataque para liquidar a fatura.

Isso aconteceu aos 28 minutos, quando Erik desceu pelo lado esquerdo e antes de entrar na grande área recebeu o carrinho imprudente de Vico. O árbitro Adriano Barros Carneiro anotou pênalti, sobre os protestos dos baianos. A falta aconteceu fora da área.

Na cobrança, Léo Gamalho foi perfeito: virou o pé quase em cima da bola e acertou o canto direito alto de Ronaldo.

REAÇÃO NO FIM

A partir daí, o Vitória partiu para o tudo ou nada e soube tirar proveito da acomodação do CRB.

Aos 45 minutos a defesa não aliviou e Vico, desequilibrado, empurrou a bola para as redes, diminuindo o placar. A posição do atacante era irregular - ele estava impedido.

Os cinco minutos de acréscimos deram ânimo aos baianos que empataram aos 48 minutos.

Após levantamento da esquerda, Marcelinho mostrou categoria do outro lado: matou a bola no peito e bateu cruzado de esquerda.

JOGOS NO OUTRO SÁBADO

Pela sexta rodada, o CRB vai fazer o clássico com o CSA, no próximo sábado às 19 horas, de novo no Rei Pelé. O Vitória vai receber o Paraná, em Salvador.