Maceió

Criança que caiu do 3º andar de prédio se desequilibrou ao tentar ver a mãe da janela

TNH1 com TV Pajuçara | 27/04/21 - 10h01 - Atualizado em 27/04/21 - 11h15
Reprodução/TV Pajuçara

A criança de quatro anos que caiu do 3º andar de um prédio em Maceió se desequilibrou no momento em que teria se apoiado na janela do apartamento para tentar ver a mãe, que havia saído do imóvel naquele instante. A informação foi confirmada por vizinhos da vítima.

Os moradores do residencial no bairro de Rio Novo disseram à TV Pajuçara (veja o vídeo no fim da matéria) que a menina, de iniciais H.S.N.R., estava acordada e lúcida logo após o acidente.

Dona Marinete é moradora do local e contou que, por curiosidade, a criança colocou um banco em frente à janela e subiu nele, para observar o que a mãe estava fazendo. Nesse momento, ela perdeu o apoio e caiu.

"A mãe dela veio desesperada porque teve que pegar um remédio ali, o rapaz veio entregar, e deixou a filha em casa um instante. A menina curiosa, colocou um banco, subiu na janela do quarto para ver a mãe. Aí despencou até embaixo. Foi uma coisa muito rápida", disse ao destacar que a mãe não tinha culpa pelo que aconteceu.

A moradora também explicou que há muitas crianças que residem no condomínio e teme novas quedas já que a maioria das janelas não tem proteção.

"Nesses prédios assim, deveria se colocar uma tela de proteção, com a grade, né? Mas entregaram assim, tudo exposto. As crianças aqui estão correndo esse risco, de cair até embaixo por causa da falta de proteção. Os pais [da menina] colocaram a tela na sala, mas aí nas outras janelas não tinha proteção nenhuma".

Já o outro vizinho, seu Edilson Carlos, disse que foi surpreendido pelo acidente na hora que fechava o portão e rapidamente acionou o socorro. 

"Eu vi o portão da lixeira aberto e fui fechar. Quando estava lá vi a vizinha aqui chorando e gritando desesperada. Eu olhei para ela e ela me chamou, pedindo socorro. Eu chamei os vizinhos, eles vieram. Ligamos para o Samu e a criança foi socorrida".

Edilson comemorou o fato de a criança não ter sofrido ferimentos mais graves. "Graças a Deus, eu creio que foi um milagre. Ela saiu falando, não demonstrou nenhum órgão, só se machucou. Eu creio que foram as mãos de Deus", comentou aliviado.

Vítima recebe alta médica

De acordo com a assessoria de comunicação do Hospital Geral do Estado, a criança apresentou escoriações na face, na perna esquerda e fratura na região da pelve depois da queda. Ela ficou ontem em observação na Área Vermelha Trauma do HGE e foi submetida a exame de raio-X e tomografia.

Nesta terça-feira (27), a assessoria do hospital informou que ela já recebeu alta médica.

Veja a matéria que foi ao ar no programa Cidade Alerta Alagoas: