Futebol

CSA fecha 1º turno como vice-líder e o time que menos perdeu; veja números

06/08/18 - 16h17 - Atualizado em 06/08/18 - 16h54
Pei Fon / Portal TNH1

O CSA encerrou o primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro com números impressionantes. Disputando pela primeira vez a competição no atual formato de pontos corridos, o Azulão voltou em grande estilo à Série B e cravou a vice-liderança da competição em 19 jogos disputados. 

A vitória por 1 a 0 sobre o Juventude na última sexta-feira (3), no Rei Pelé, manteve o time marujo no segundo lugar, fechando a primeira parte com 34 pontos. É a melhor campanha de um clube alagoano na Série B. Anteriormente, a maior pontuação após 19 rodadas era do CRB em 2016, quando o Galo virou o turno com 33 pontos, na terceira posição. 


Técnico Marcelo Cabo tem papel fundamental no rendimento do CSA (Foto: Pei Fon / Portal TNH1)

Invencibilidade e G-4

Invicto há 10 jogos, o CSA é o time que menos perdeu nesta Série B. Foram apenas três derrotas em 19 partidas. O Azulão não se deu bem e perdeu os jogos contra São Bento (fora), Figueirense (casa) e Guarani (casa). Em todo o primeiro turno, o CSA só não esteve no G-4 nas três primeiras rodadas. Da quarta em diante não saiu mais. O time marujo figura entre os primeiros quatro colocados da Série B há 16 jogos. 

Fator casa

No Rei Pelé, o Azulão conquistou 18 pontos de 30 disputados, tendo um aproveitamento de 60%. É a quarta melhor campanha como mandante. Foram cinco vitórias, três empates e duas derrotas. O ataque balançou as redes 14 vezes, enquanto a defesa foi vazada em 10 ocasiões. Veja os jogos abaixo

1ª rodada: CSA 2x1 Goiás
3ª rodada: CSA 5x1 Oeste
5ª rodada: CSA 1x0 Boa Esporte
7ª rodada: CSA 1x4 Figueirense
9ª rodada: CSA 1x2 Guarani
10ª rodada: CSA 0x0 CRB
13ª rodada: CSA 2x2 Coritiba
15ª rodada: CSA 1x0 Sampaio Corrêa
16ª rodada: CSA 0x0 Fortaleza
19ª rodada CSA 1x0 Juventude


Tabela dos mandantes da Série B, segundo o site Sr. Goool (Foto: Sr. Goool)

Visitante indigesto 

Longe de Maceió, o CSA também tem a quarta melhor campanha no ranking dos visitantes. A equipe de Marcelo Cabo ganhou quatro confrontos, empatou outros quatro e só perdeu uma vez. O Azulão somou 16 pontos em 27 disputados, tendo aproveitamento de 59,3%. O ataque marujo marcou 12 gols e a defesa sofreu sete. Veja os jogos abaixo

2ª rodada: São Bento 2x1 CSA
4ª rodada: Criciúma 1x3 CSA
6ª rodada: Londrina 1x2 CSA
8ª rodada: Vila Nova 0x1 CSA
11ª rodada: Paysandu 0x0 CSA
12ª rodada: Ponte Preta 1x1 CSA
14ª rodada: Brasil-RS 0x2 CSA
17ª rodada: Atlético-GO 2x2 CSA
18ª rodada Avaí 0x0 CSA


Tabela dos visitantes no primeiro turno da Série B, segundo o site Sr. Goool (Foto: Sr. Goool)

Público e renda

O grande desempenho em campo reflete nas arquibancadas. O CSA tem a segunda melhor média de público na Série B, atrás apenas do líder Fortaleza. O Azulão tem média de 8.705 pagantes por jogo e outros 10.285 presentes por partida. A arrecadação bruta com as bilheterias nos 10 confrontos foi de R$ 1.466.576,00. O clube alagoano já faturou cerca de R$ 873.275,00 na soma das rendas líquidas. 


Ranking de público e renda na Série B, segundo o Footstats (Foto: Footstats)

Artilharia

Didira e Michel dividem o topo do ranking no ataque marujo, cada um marcou cinco gols. Logo atrás está Daniel Costa, com quatro gols. O restante da lista segue com Rafinha (2), Walter (2), Niltinho (2), Hugo Cabral (1), Celsinho (1), Edinho (1) e Leandro Souza (1). O ataque azulino passou em branco quatro vezes. Curiosamente, nessas quatro partidas, o CSA empatou todas. 

Defesa

Ao lado do Avaí, o CSA possui a terceira defesa menos vazada da competição, com 17 gols sofridos. Fortaleza e Vila Nova foram vazados 13 vezes cada e lideram o quesito. Capitaneada por Xandão e Leandro Souza, a zaga do Azulão segurou nove jogos sem sofrer gol. Foram cinco vitórias e quatro empates. Os titulares Rafinha e Celsinho também contribuíram, tendo como suplentes Echeverría, Muriel e Dawhan nas laterais. Roger e Elivelton são os reservas de Marcelo Cabo. 


(Foto: Pei Fon / Portal TNH1)

Goleiros

Alexandre Cajuru iniciou a Série B com a camisa 12 na meta azulina e jogou nove partidas. Cajuru sofreu 10 gols e atuou em oito jogos completos, participando de seis vitórias e duas derrotas. Contra o Guarani, na nona rodada, Cajuru rompeu o ligamento do joelho direito e foi substituído por Mota. 


(Foto: Ascom CSA)

A passagem do camisa 31 na titularidade do CSA foi de cinco jogos, contando com a partida do Guarani. Com Mota no gol, o CSA sofreu cinco gols, perdeu um jogo e empatou outros quatro. 


(Foto: Ascom CSA)

A oscilação de Mota fez com que Marcelo Cabo desse chance a Lucas Frigeri. O camisa 1 fez seis partidas como titular e sofreu apenas dois gols. Com Frigeri, o Azulão venceu três duelos e empatou outros três. O arqueiro é o atual titular da equipe. 


(Foto: Ascom CSA)