Futebol

CSA perde para a Chape no Rei Pelé e cai uma posição na tabela da Série B

TNH1 com Futebol Interior | 11/11/20 - 07h24 - Atualizado em 11/11/20 - 07h25
Divulgação/CSA

O CSA foi derrotado no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na noite dessa terça-feira, 10, e caiu para a 9ª posição na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro, perdendo a chance de se aproximar do G4. Contra a líder Chapecoense, o Azulão sofreu o gol no início do segundo tempo, de Anselmo Ramon, e não conseguiu furar o bloqueio do alviverde. A partida foi válida pela 21ª rodada da competição.

A equipe maruja perdeu a segunda consecutiva e ficou com 28 pontos, contra 34 do Juventude, em quarto. Essa foi a primeira derrota do time alagoano no Rei Pelé desde que Mozart assumiu o comando técnico.

A Chape deu mais um passo importante na briga pelo acesso à elite do futebol nacional e se isolou ainda mais na liderança do torneio. O time catarinense chegou aos 18 jogos de invencibilidade e agora soma 44 pontos, abrindo oito do vice-líder América Mineiro, com um jogo a menos.

ZERADO!

O CSA repetiu a estratégia do jogo na Arena Condá. Com uma marcação alta, o time alagoano atrapalhou a saída de bola da Chapecoense e trabalhou no setor ofensivo. No entanto, as chances foram poucas.

A melhor delas aconteceu aos 13 minutos. Rodrigo Pimpão recebeu na lateral da área e soltou o pé. A bola passou perto do gol defendido por João Ricardo.

Com dificuldade em criar, a Chapecoense conseguiu assustar apenas aos 35 minutos. Aylon recebeu de Paulinho Moccelin e fez o pivô para Anselmo Ramon. O atacante chutou para defesa tranquila de Matheus Mendes. Apesar de ter mais posse de bola, o CSA não conseguiu transformar a leve superioridade em gol e acabou levando um 0 a 0 para o intervalo.

GOL SOLITÁRIO!

O panorama do segundo tempo foi diferente, tudo por conta da categoria de Paulinho Moccelin. Ele deu bela assistência para Anselmo Ramon, que apareceu em frente de Matheus Mendes e só teve o trabalho de tirar do goleiro para colocar a bola no fundo das redes aos sete minutos. O CSA não se encolheu e respondeu em chute de Giovane. João Ricardo salvou.

A noite parecia ser de Anselmo Ramon. O atacante recebeu belo cruzamento de Ezequiel e emendou um voleio e por muito pouco não fez um golaço. Após o lance, a Chapecoense 'sentou' no resultado e se fechou para tentar fazer valer a fama de melhor defesa do futebol brasileiro, com apenas cinco gols sofridos na Série B.

E conseguiu. A Chapecoense chamou o CSA para o seu campo defensivo, mas anulou o adversário e acabou alcançando seu 18º jogo de invencibilidade.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, a Chapecoense visita o Sampaio Corrêa no dia 20 de novembro (sexta-feira), às 19h15, no Castelão, em São Luis (MA). Um dia depois (sábado), às 19h, o CSA desafia o Cuiabá na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).