Gente Famosa

'Cuidado quando forem para Alagoas', polemiza atriz ao defender Henri Castelli

TNH1 | 12/01/21 - 16h29 - Atualizado em 12/01/21 - 17h38

O episódio de agressão envolvendo o ator Henri Castelli provocou reaçõse entre os famosos. A atriz Antônia Fontenelle postou em seu perfil no Instagram nesta terça-feira, 12, vídeos onde cobrou uma posição das autoridades policiais do Estado. Apesar de o caso ter sido um fato isolado, ela chega a aconselhar turistas a tomarem cuidada quando vierem a Alagoas. Ela se refere aos agressores como "aborígines".  Castelli foi agredido durante uma festa de fim de ano em Alagoas (veja mais sobre o caso no final da matéria).

"Vou cobrar uma posição da Secretaria de Segurança de Alagoas, das autoridades de lá, porque não é possível que as pessoas saiam de suas casas para fazer turismo, para se divertir ou para descansar e tenham que passar por isso", cobrou a atriz, em seguida dando um "aviso" aos turístas 

"Turistas do Brasil, cuidado quando vocês forem para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente, e cuidado homens com suas mulheres, porque elas também podem sofrer alguma violência", disparou.

Alagoanos reagem nas redes sociais

Nas redes sociais, internautas criticaram a generalização da fala da atriz. No perfil de humor no Instagram "Maceió Ordinário",  um internauta apontou que o Rio de Janeiro é violento e nem por isso deve receber esse tipo de crítica. "Violência tem em todo lugar", disse o internauta. 

"Quer dizer que a culpa é de Alagoas??? Só tem brigão em Alagoas???", diz outro. 

Muitos defendem a hospitalidade do alagoano, considerando o episódio de Castelli como um caso isolado. 

A receptividade do alagoano tem trazido um fluxo de visitantes que, segundo a expectativa da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) é de 750 mil turistas  entre dezembro de 2020 e março de 2021.

O caso 

Após dar entrada na Santa Casa de Misericórdia de Maceió no dia 30 de dezembro, o ator Henri Castelli gravou um vídeo onde relatou ter sido agredido em uma festa de fim de ano, em Alagoas. 

Nesta terça-feira, 12, o delegado Fabrício Lima informou que que os suspeitos da agressão serão indiciados por lesão corporal. 

"A verdade é que não foi um acidente e também não foi na academia. Fui agredido covardemente, sem que pudesse reagir ou me defender. O que aconteceu foi que eu estava com alguns amigos e do nada fui puxado pelas costas, jogado no chão e fui agredido. Vítima de chutes e socos no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula". 

Veja o vídeo