Interior

Defensoria aciona a polícia contra homem que se passava por defensor público em grupos de WhatsApp

TNH1 com Ascom DPE | 05/01/22 - 16h36 - Atualizado em 05/01/22 - 16h39
A fraude, conforme chegou à DPE, estava acontecendo em grupos de WhatsApp relacionados às eleições dos representantes da Associação de Moradores do Residencial Aroeiras, em Arapiraca | Foto: Agência Alagoas

A Defensoria Pública do Estado (DPE) acionou a polícia para identificar um homem que estaria se passando por defensor público em grupos de conversa online no município de Arapiraca, Agreste de Alagoas. De acordo com a Defensoria, o inquérito deve identificar o criador do perfil falso e investigar os crimes cometidos por ele, incluindo o crime de usurpação da função pública.

"O número 82 99648-0150 não pertence à Defensoria Pública do Estado de Alagoas. A instituição suspendeu os atendimentos remotos no segundo semestre de 2021 e desativou todos os números de WhatsApp. No momento, os atendimentos estão sendo realizados de forma exclusivamente presencial", alertou o órgão em nota encaminhada à imprensa.

A fraude, conforme chegou à DPE, estava acontecendo em grupos de WhatsApp relacionados às eleições dos representantes da Associação de Moradores do Residencial Aroeiras, em Arapiraca. "Por fim, a Defensoria reforça que já retomou os atendimentos presenciais, após o recesso de final de ano, e está aberta para toda a população, inclusive, aos moradores do Residencial Aroeiras que tenham dúvidas sobre seus direitos como associados ou sobre as eleições", trouxe a nota.