Polícia

Delegado revela que aluno de escolinha de futebol teria sido abusado mais de uma vez

TNH1, com BR-104 | 27/08/21 - 08h38 - Atualizado em 27/08/21 - 17h38
Foto: BR-104

O delegado Edberg Sobral de Oliveira, voltou a falar sobre o caso de um professor de uma escolinha de futebol  em União dos Palmares, que teria abusado de um menor de 10 anos. O delegado afirma que o os abusos teriam acontecido mais de uma vez. O primeiro episódio teria acontecido em dezembro de 2020, e o professor foi indiciado recentemente por estupro de vulnerável.

Em entrevista ao site local BR-104, Sobral conta que o garoto relatou em depoimento que o professor teria se oferecido para levá-lo em casa, e durante o trajeto teria pedido para ele sentar em seu colo e conduzir o veículo, e com isso, tido um contato íntimo com o menor. 

Segundo o site, o suspeito nega ter cometido os abusos, mas Edberg afirmou que há indícios suficientes da autoria. “Eu entendi que realmente pelos depoimentos e pelas declarações contidas no inquérito a conduta se materializou, tem indícios suficientes de autoria, como assim foi o mesmo iniciado ao Ministério Público”, disse o delegado.

A PC passou a investigar o caso depois que o Conselho Tutelar levou a denúncia feita por familiares do menino. A criança contou ao pai que o homem teria colocado a mão dentro de sua cueca e tocado em seu órgão genital. O abuso teria acontecido durante um dos treinos.