Política

Deputada nomeia irmã e marido para ALE durante recesso parlamentar

Eberth Lins | 17/01/19 - 14h31 - Atualizado em 17/01/19 - 15h40
Reprodução / Redes Sociais

A deputada estadual Thaise Guedes nomeou o esposo e a irmã para cargos com rendimentos máximos na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), nesta quinta-feira (17). Outras duas pessoas, que seriam a babá e uma tia da parlamentar, também foram nomeadas.

As nomeações, assinadas pelo diretor de Administração de Pessoal da ALE, Darlan Cavalcante das Neves, foram publicadas no Diário Oficial Eletrônico da ALE desta quinta-feira, durante recesso parlamentar.

O mandato da deputada, que não foi reeleita, acaba no próximo dia 31. A Assembleia Legislativa retoma os trabalhos no próximo dia 15 de fevereiro.

O TNH1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da ALE, que respondeu que a “Mesa Diretora não foi informada sobre as nomeações”.

Nomeações foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE)

Os deputados eleitos e reeleitos tomam posse no próximo dia 1º, quando haverá eleição da nova Mesa Diretora. Apesar da posse, os deputados voltam ao recesso e só retomam os trabalhos após 14 dias.

Operação Sururugate

Em outubro de 2017, a deputada Thaise Guedes, à época do PMDB, foi indiciada pela Polícia Federal (PF) por suspeita de participação em um esquema criminoso que desviou mais de R$ 15 milhões em recursos da Assembleia Legislativa. Ela foi indiciada após investigações da Operação Sururugate, deflagrada em março de 2017.

Thayse Guedes foi eleita vereadora por Maceió em 2008 e está no segundo mandato como deputada estadual de Alagoas.