Gente Famosa

Dificuldades financeiras: Nahim vivia de aposentadoria de salário mínimo e aluguel

Splash UOL | 25/06/24 - 08h55
Reprodução/Record

Nahim enfrentou dificuldades financeiras nos últimos anos, apesar de ser um dos proprietários de uma casa avaliada em R$ 3 milhões. O cantor vivia da aposentadoria de R$ 1.412, que repartia com a filha caçula, e do aluguel de R$ 5.600 que recebia da ex-mulher Rosemeire Aparecida — que ainda mora no imóvel do ex-casal.

Splash conversou com Andreia de Andrade, última ex-mulher do artista, e com a advogada Cristiane Cardoso, responsável pela defesa do famoso, para entender qual era a situação econômica dele. A reportagem também consultou documentos no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).

Aposentadoria

70% da aposentadoria ficava com a filha caçula, Maria Clara, de 16 anos — fruto de um breve relacionamento do artista com Jaqueline Lima. O músico também era pai de Noelle, 39, do casamento com Rosemeire.

Nahim e Noelle, no entanto, estavam afastados e não se falavam desde 2019 — época em que o cantor foi preso acusado de desrespeitar uma medida protetiva ao se aproximar da ex-mulher Rose.

Andreia de Andrade, última ex-mulher, conta que, à época, precisou ajudar o então companheiro a se organizar. "A gente resolveu morar junto depois da prisão, porque ele tinha de tirar os cachorros da casa [que vivia Rose] e precisava alugar uma [outra] casa. Ele precisava se organizar. E eu, naquele momento, ajudei ele a se organizar com isso."

Nahim deixou uma casa no Morumbi, na zona oeste de São Paulo, avaliada em R$ 3 milhões, segundo a advogada Cristiane Cardoso. O imóvel, que atualmente está ocupado por Rosemeire, não tem escritura. A falta do documento, segundo a defesa do músico, teria impedido a venda da propriedade até o momento.

De acordo a advogada, Rose pagava R$ 5.600 de aluguel para o artista: "Quando ela pagava. Normalmente, atrasava. Aí ele entrava com ação e ela pagava em juízo". A judicialização do tema foi confirmada pela reportagem em consulta no TJ-SP.

Quando a gente começou a namorar, ele já tinha esse problema de receber o dinheiro do aluguel [...] Depois da pandemia, Rosemeire parou de pagar o aluguel, que era onde ele ajudava com as despesas.Andreia de Andrade

Imóvel deve ser dividido entre a ex-mulher Rosemeire (50%) e as duas filhas, Noelle e Maria Clara (sendo 25% para cada uma). "Agora, vai se entrar novamente numa nova discussão, porque essa casa não tem documentação", avalia a advogada do músico.

A casa em que o artista foi encontrado morto, em Taboão da Serra (na Grande SP), teria sido alugada graças a um dinheiro pago por Rose. O gasto atual do cantor com aluguel era de R$ 2.500, informou a defesa.

Outro lado

Rosemeire e a filha Noelle foram procuradas por Splash desde a morte de Nahim, em 13 de junho, mas optaram por não dar entrevistas. O espaço permanece aberto.

Rose ressaltou, apenas, que tem duas medidas protetivas contra o músico. E, por ser advogada, ela diz ter consciência de que qualquer assunto poderia esbarrar em questões jurídicas. "Estou espantada com as distorções das reportagens publicadas até agora, principalmente contra minha filha. Ela não quer falar", completou.

A ex-mulher de Nahim também foi questionada quanto aos atrasos no pagamento do aluguel, mas não retornou. Se o fizer, o texto será atualizado.

Prisão e rompimento

Músico foi preso em 2019 após ser denunciado pela ex-mulher. O artista teria desrespeitado uma medida protetiva ao se aproximar dela durante uma visita. À época, ele deixou o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, após conseguir um habeas corpus.

Nahim e a filha estavam afastados desde então. O cantor ficou magoado pelo fato de a filha não o ter visitado na cadeia. "Ela lá e eu aqui", afirmou Nahim em entrevista ao canal Lisa, Leve e Solta, em 2023. "A vida é assim. Paguei escola e faculdade. Obrigação de pai. [Ela] se formou em direito, mas ela não foi me visitar quando estive no cadeião."

Artista foi encontrado morto em casa

Nahim foi encontrado morto em 13 de junho, em casa, na cidade de Taboão da Serra (SP). A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte. A principal suspeita é que ele tenha caído da escada.

Funcionários de uma empresa de telefonia teriam visto o corpo enquanto realizavam serviço em poste. A Polícia Militar foi acionada e identificou que o cantor estava morto, mas óbito só foi confirmado oficialmente às 4h30, após chegada de ambulância do Samu.

Polícia aguarda perícia científica e do IML para dar sequência ao caso. "Vamos supor que ele teve um infarto ou um AVC, por exemplo. É preciso identificar sinais apresentados pelo corpo para entender se foi uma fatalidade", explicou Helio Bresser, delegado seccional de Taboão da Serra (SP), em conversa para Splash.