Interior

Discussão por lata de cerveja jogada fora no lixo teria motivado assassinato em Arapiraca, diz polícia

TNH1 com Ascom PC | 07/01/22 - 16h15 - Atualizado em 07/01/22 - 16h53
Delegado disse que as imagens confirmam que o homem que cometeu o homicídio, chega ao local com um amigo no banco do passageiro | Foto: Reprodução

O delegado Felipe Caldas, titular da Delegacia de Homicídios de Arapiraca, concluiu e enviou à Justiça o inquérito policial que investigou o assassinato do frentista David Wesley Rodrigues, de 24 anos, ocorrido no dia 23 de dezembro, em um posto de combustíveis, no bairro Ouro Preto, naquela cidade.

Segundo o delegado, o autor do crime se apresentou, junto com um advogado, no dia 30 de dezembro. Após prestar depoimento, foi liberado, já que não havia flagrante. O crime teria ocorrido porque o autor jogou uma latinha de cerveja fora da lixeira e o frentista havia reclamado, acontecendo então a discussão que resultou no assassinato.

As investigações apontam que havia mais uma pessoa no carro em que o atirador aparece, em imagens conseguidas pela polícia, pegando a arma de fogo e atirando na vítima. O delegado disse que as imagens confirmam que o homem que cometeu o homicídio, chega ao local com um amigo no banco do passageiro, e depois da discussão, o acusado vai até o carro, pega a arma, comete o assassinato, entra no carro e sai, em companhia do amigo, que não foi identificado.

A gravação de uma câmera de segurança instalada no posto mostra o momento em que o atirador desce do veículo de cor preta e, com a arma de fogo na mão direita, atira cerca de cinco vezes na direção do frentista; veja