Mundo

Dois homens fazem reféns e matam padre dentro de igreja na França

26/07/16 - 08h04 - Atualizado em 26/07/16 - 08h07
Reprodução / Twitter

Uma igreja em Saint-Etienne-du-Rouvray, na França, foi cercada pelas forças policiais francesas nesta terça-feira (26), após dois homens terem feito reféns no local. De acordo com as autoridades, pelo menos uma pessoa morreu e outra ficou ferida na ação.

Conforme informado pelo porta-voz do governo, a polícia teria matado dois homens. Além disso, um padre morreu e outra pessoa ficou gravemente ferida. 

"Em um ponto, os dois agressores saíram da igreja e foi quando eles foram mortos pela força de elite BRI", declarou o porta-voz do Ministério do Interior Pierre-Henry Brandet para a rádio France Info, referindo-se ao grupo policial especializada da França.

O refém morto foi identificado pela mídia local como Jacques Hamel, um padre de 86 anos. Ele teria sido degolado.

O primeiro-ministro da França, Manuel Valls, denunciou nas redes sociais que trata-se de um "ataque bárbaro". Ele disse ainda que "todos os franceses foram feridos". 

O presidente francês François Hollande confirmou que irá visitar a operação policial no local. 

Imagens da TV mostraram que a polícia bloqueou rodovias de acesso à igreja e paramédicos foram vistos puxando macas de ambulâncias.

O ato é o mais recente em uma série de ataques mortais na Europa. Na França, o ataque acontece 12 dias após um tunisiano matar 84 pessoas com um caminhão em Nice, em ataque reivindicado pelo Estado Islâmico.