Alagoas

É grave o estado de saúde da mulher resgatada em acidente, em Tanque D'Arca

Redação TNH1 | 21/02/20 - 10h29 - Atualizado em 21/02/20 - 10h35
Divulgação / BPRv

É grave o estado de saúde da mulher identificada como Maria Cicera Maciel, vítima sobrevivente do acidente entre um caminhão e um carro na tarde da última quinta-feira (20), na rodovia AL-110, em Tanque D'Arca, Agreste de Alagoas

Segundo a assessoria de comunicação do Hospital de Emergência do Agreste (HEA), a vítima deu entrada com traumatismo craniano, passou por cirurgias neurológica e ortopédica e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave. A última atualização do quadro de saúde dela foi passada na manhã desta sexta-feira (21). 

Acidente grave

Segundo o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o caminhão e o carro, um Chevrolet Celta, colidiram de frente após o condutor do caminhão perder o controle do veículo, invadir a contramão e bater no Celta. Após o impacto, os veículos saíram da pista, colidiram contra cercas de madeira com arames farpados e caíram num barranco, ficando aproximadamente a 200 metros do ponto do acidente. 

Ainda de acordo com o BPRv, o motorista do caminhão fugiu do local. 

O condutor do Celta, que não foi identificado, morreu na hora, assim como a passageira Mariane Maciel da Silva, de 27 anos. Ela era assessora jurídica na Comarca de Anadia e trabalhava no Judiciário desde janeiro. A Presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) lamentou o falecimento da servidora.