Alagoas

Em carreata, transportadores de turismo e escolares de Alagoas reivindicam auxílio financeiro

Redação | 01/07/20 - 08h33 - Atualizado em 01/07/20 - 16h55
Cortesia

Cerca de 150 veículos de transportes escolares e de turismo saíram em carreata pelas avenidas Durval de Góes Monteiro e Fernandes Lima, em Maceió, com destino ao Palácio República dos Palmares, no Centro, para pedir apoio para a categoria durante a pandemia. O protesto acontece desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (1º), Dia do Transportador Escolar. 

Os motoristas das vans escolares reivindicam uma ajuda financeira tendo em vista que, com a suspensão das aulas presenciais, os profissionais tiveram grande prejuízo na renda mensal. Assim como os transportadores do setor turístico, eles buscam também isenção no pagamento de impostos. 

"Não estamos reivindicando a volta às aulas, sabemos que a pandemia é muito séria e isso é preciso. Nós estamos querendo outras coisas, como isenção de imposto, uma linha de crédito, na verdade uma ajuda do Governo e da Prefeitura porque nossa reserva já acabou e não temos mais nada. Estamos passando por necessidade mesmo", disse o transportador Glício Santiago. 

Ainda de acordo com o motorista, que participa do ato nesta quarta, um ofício já foi enviado ao Governo do Estado com o pedido de auxílio financeiro para a categoria e outras medidas, porém não houve resposta. "Nós queremos um apoio, estamos sem dinheiro. A isenção do IPVA e outros impostos já ajuda", reforçou.

Glício contou que o objetivo do ato também é conseguir um encontro com os gestores. "Uma comissão já está formada para sentar com as gestões, então queremos respostas. Vamos para o palácio, vamos ficar na porta e esperamos conversar com eles", destacou.

O TNH1 entrou em contato com o Governo do Estado que, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), informou que segue trabalhando para minimizar a crise gerada pela pandemia e já realizou ajuda emergencial a milhares de funcionários. Leia a nota abaixo na íntegra:

"A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) ressalta que o período que vivemos é um dos mais difíceis para o setor do turismo, tão afetado pela pandemia do novo coronavírus e, por isso, trabalha incansavelmente, em diversas frentes, para minimizar a crise e superar este momento. Através do projeto Empresários do Bem, por exemplo, a pasta já promoveu ajuda emergencial a milhares de funcionários de toda a cadeia produtiva do turismo com a distribuição de cestas básicas e kits de higienização. 

Para retomada da atividade turística, já superamos a meta de restabelecimento da malha aérea e conquistamos, ainda neste mês de julgo, 35% das operações aque tínhamos antes da pandemia. O Destino Alagoas é, comprovadamente, o mais procurado em plataformas de vendas como CVC e Hotel Urbano e, para consolidar essa liderança e atrair cada vez mais turistas para o Estado, a Sedetur prepara o maior investimento da história em ações de promoção e divulgação do Destino para que, assim que for possível, retomarmos a atividade turística com ainda mais força que tínhamos no passado, voltando a gerar emprego e renda para milhares de alagoanos".

Reunião

Por volta das 11h da manhã desta quarta-feira (1º), os motoristas foram recebidos em uma sala no Palácio do Planalto, para que as reivindicações fossem ouvidas. 

(Cortesia)
(Cortesia)
(Cortesia)
(Cortesia)