Política

Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment

17/04/16 - 23h57 - Atualizado em 18/04/16 - 00h11
Bruno Góes

Tão logo se confirmaram os 342 votos necessários para que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff fosse aprovado na Câmara dos Deputados, a multidão a favor do impedimento iniciou a comemoração, na orla de Ponta Verde.

Desde cedo, partidários a favor e contra o afastamento da presidente Dilma, se reuniram em pontos distintos da orla.

Cada voto era acompanhado atentamente por meio de um telão instalado no local. Quando o número de votos mínimos para dar prosseguimento ao impedimento foi alcançado pelos deputados de oposição, a euforia tomou conta da turma que trajava as cores verde e amarela, adotada pelos manifestantes contrário ao governo do PT.

O líder do Movimento Brasil Livre (MBL) em Alagoas, Josan Leite comemorou o resultado e aproveitou para fazer uma previsão. "No Senado vai ser mais fácil porque é maioria simples", afirma.

Já do lado dos pró-Dilma, poucos minutos depois do resultado da sessão, a praça em frente ao Iate Clube Pajuçara ficou praticamente vazia. A coordenadora da Frente Brasil Popular, Élida Miranda, disse que o caminho agora é organizar um movimento de pressão contra o Senado, assim como fizeram com a Câmara dos Deputados. "Continuamos a afirmar que não há consistência jurídica para o impedimento da presidente", reafirma.

Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment
Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment
Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment
Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment
Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment
Em Maceió, manifestantes comemoram prosseguimento do processo de impeachment