Alagoas

Em meio à pandemia, ação de marketing da FAF sobre falso roubo de taça recebe críticas na web

Redação TNH1 | 02/04/20 - 14h54 - Atualizado em 02/04/20 - 16h34
Reprodução Intagram

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) deixou para hoje, dia 02, a “brincadeira” que talvez devesse ter sido feita ontem, 1º de abril, dia da mentira.  Na manhã desta quinta-feira, 02, em meio à tensa cobertura de mortes e doentes pela covid-19 em todo o país, a imprensa alagoana se deparou com uma “nota” no perfil oficial da entidade no Instagram, informando sobre um roubo da taça do Campeonato Alagoano 2020. Em tempos de busca por informações verdadeiras e combate às fake News, a Federação informava no mesmo perfil, horas depois, que tudo não passava de uma “pegadinha”, uma ação de marketing, em um manifesto em defesa do Campeonato alagoano.

Assim como o TNH1, toda a imprensa “caiu” na brincadeira  que para alguns internautas foi de péssimo gosto neste momento (leia comentários no final da matéria). Buscando obter mais detalhes sobre o crime que nunca aconteceu, o TNH1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Federação, que chegou a dizer que “estava apurando mais informações”.  Porém, considerando que a nota constava no perfil oficial da FAF, por onde a entidade faz seus comunicados oficiais, o TNH1, assim como a Rádio Pajuçara FM Maceió, acabaram, sem intenção, informando equivocadamente ao nosso público.   

O comentarista do Pajuçara Futebol Clube (PFC) e blogueiro do TNH1, Marlon Araújo, classificou o episódio como "A maior pisada de bola da história". 

https://redacao.tnh1.com.br/fileadmin/_processed_/8/d/csm_WhatsApp_Image_2020-04-02_at_13.53.09_6668fdb4dc.jpeg


No final da manhã, uma segunda postagem esclareceu se tratar de um “manifesto” em defesa do Campeonato Alagoano, com direito à mascara do pintor Salvador Dali, que ficou conhecida recentemente depois da série "La Casa da Papel", que narra um roubo à Casa da Moeda da Espanha. 

Com isso, o TNH1 removeu a matéria, por entender que o momento, onde os alagoanos enfrentam uma pandemia que já registrou uma morte no estado e tem outras 18 com a doença, não é propício a uma brincadeira envolvendo um ato violento, enquanto famílias inteiras enfrentam o estresse do confinamento para prevenção ao coronavírus.

Confira o post onde a FAF esclarece o "falso roubo":


Repercussão negativa

Apesar de ações de marketing desse tipo não serem novidade, em plena tensão da pandemia, muitos internautas não receberam bem a brincadeira. 

"Lamentável! em meio a tudo que etsamos vivendo nesse último mês, naõ era momento de brincar. Ideia até interessante, mas não para agora. Uma pena", queixa-se um internauta. 

"Não curti essa ação de Marketing!! Me desculpe os demais, em tempos de "Fake News" esse tipo de ação é jogar todo o crédito que FAF tem no lixo!! Criar uma expectativa falsa pro torcedor é brincadeira sem graça! Se fosse lançar um "Manifesto" que fizesse de forma inteligente!! Brincar em tempos como esses é criar sorrisos sem cor!!", reclamou outro.

Os comentários negativos se seguiram: 

“ZERO RESPEITO pelo torcedor! Se era pra ter graça passou longe”.

“Ridículo. Fazendo de besta quem está trabalhando em plena quarentena na comunicação de AL”.

“Em tempos de disseminação de notícias falsas e combate às chamadas Fake News, temos um perfil oficial da entidade que organiza o futebol de Alagoas colocando uma ação de marketing mal executada e repassando informação errada à sociedade e imprensa”.