Polícia

Empresário condenado por desmanche de carro é assassinado em Arapiraca

16/04/16 - 12h27 - Atualizado em 16/04/16 - 12h34
Cortesia ao TNH1

Um empresário foi assassinado, com cinco disparos de arma de fogo na região da cabeça. Ele estava em um bar na madrugada deste sábado, na cidade de Arapiraca, Região Agreste de Alagoas.

Testemunhas afirmam que Willames Pereira da Costa, 39, conhecido como “Meia”, foi executado enquanto bebia com amigos. O assassino chegou ao local em uma motocicleta de cor vermelha e não foi identificado.

No momento do crime, ele estava acompanhado por dois homens e duas mulheres, mas ninguém conseguiu reagir para impedir o assassino. Dezenas de pessoas estavam no estabelecimento no momento do crime.

Willames Pereira era dono de uma oficina localizada no bairro da Baixa Grande. O estabelecimento é especializado em realizar serviços em carros de luxo.

Ainda não há pistas sobre a motivação e autoria do crime, mas pode haver ligação com o passado da vítima, uma vez que Willames havia sido preso em setembro de 2011 através de um mandado de prisão expedido pela 17ª Vara Criminal, sob suspeita de participação num esquema de roubo de cargas e desmanche de veículos.

Naquela oportunidade Willames ficou preso apenas 3 dias, sendo liberado por meio de um alvará de soltura que revogou sua prisão preventiva. O processo já foi julgado em primeira instância, e Willlames Pereira foi condenado a uma pena de 17 anos, mas estava recorrendo em liberdade.

Além dele, respondiam a mesma ação, Adailton da Silva Oliveira, Manoel Messias da Silva, Adriano da Silva Oliveira, Sidcley de Oliveira Lima, Carlos Roberto Marcelino de Moraes, Emerson Tardeli Bezerra dos Santos, este preso no sistema Prisional, Antonio Ferreira Nunes, Maria Simônica Cena de Lima e Wilson Morais da Silva, este último morto em confronto com a polícia no final do ano passado.