Maceió

Enfermeira é presa por dirigir bebendo e diz que comemorava negativo para coronavírus

Redação TNH1 | 15/04/20 - 15h45 - Atualizado em 15/04/20 - 16h07
Garrafas de cerveja foram encontradas pelos policiais dentro do veículo | Divulgação / BPTRAN

Uma guarnição do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) se deparou com uma situação inusitada, na tarde desta quarta-feira (15). Uma enfermeira, de 34 anos, foi presa por embriaguez ao volante na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, parte alta de Maceió. O motivo? Aos militares, ela teria dito que estava comemorando o resultado negativo do exame para covid-19. 

O TNH1 entrou em contato com o sargento Sarmento, que foi responsável pela abordagem. Ele detalhou que a condução do carro em ziguezague chamou a atenção da guarnição. 

"A gente estava trafegando em frente ao Veredas e observou um veículo que fez um rápido ziguezague. A motorista estava ao celular e a outra mão estava verde. Estranhei. Quando olhei, era uma Heineken. Ela estava com uma mão ao telefone e com a outra bebendo. Ela disse inicialmente que estava com suspeita de coronavírus".

O policial relatou a resposta da mulher ao ser questionada pelo motivo de estar dirigindo e ingerindo bebida alcoólica: "Ela estava comemorando porque não estava com coronavírus".   

"Perguntei se ela queria fazer o teste do etilômetro, ela não quis, se recusou. Pelos sintomas dela, teor etílico, a fala descompassada, os olhos turvos e um pouco de confusão para responder as coisas na euforia, a gente fez o TCE (Termo de Constatação de Embriaguez) e a encaminhou para a Central de Flagrantes. No carro tinham quatro garrafas de cerveja vazias, uma abaixo da metade e outra cheia", relatou o sargento.

O sargento disse ainda que a enfermeira estava sozinha e afirmou estar indo para casa no momento que foi abordada.  

A mulher foi encaminhada para a Central de Flagrantes, no bairro do Pinheiro, onde foi registrada a ocorrência.