Alagoas

Entrega da UPA Chã da Jaqueira é antecipada para ampliar atendimentos a síndromes gripais

Secom Alagoas | 14/01/22 - 15h41 - Atualizado em 14/01/22 - 16h04
Secom Alagoas / Reprodução

A data de entrega da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que está sendo construída no bairro Chã da Jaqueira, em Maceió, foi adiantada para a segunda semana do mês de fevereiro com o objetivo de ampliar os atendimentos aos casos de síndromes gripais. O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, esteve acompanhando de perto as obras, nesta sexta-feira (14), da unidade que será a sétima a ser entregue na capital alagoana.

“Em conversa com o governador Renan Filho, decidimos antecipar a abertura da UPA Chã da Jaqueira, na parte alta de Maceió, para ampliar as portas de atendimentos de síndromes gripais na capital. Hoje visitei a finalização das obras e entregaremos a nova unidade até a segunda semana de fevereiro. Vamos continuar trabalhando com o único objetivo que é de salvar vidas”, garantiu Ayres em suas redes sociais.

A UPA tem o objetivo de fortalecer a saúde alagoana e garantir assistência pré-hospitalar ágil e de qualidade para a população. “A nossa ideia é entregar essa UPA daqui a 30 dias, mais ou menos, e ela chega para suprir um vazio assistencial muito importante. Aqui, a gente vai contar com cerca de 350 profissionais, com quatro médicos 24 horas à disposição da população. É assim que estamos fazendo saúde, eu, e o governador Renan Filho e toda nossa equipe, aproximando os serviços da população”, salientou.

Assim como as UPAs já em funcionamento, a unidade da Chã da Jaqueira vai ser do tipo III e deve contar com leitos de observação e de urgência, sendo referência nas áreas de clínica geral, pediatria, ortopedia e odontologia. Em sua estrutura, a UPA vai dispor de consultórios, serviço de exames de raios-X e eletrocardiograma, além de salas de gesso, nebulização e laboratório de análises.

A nova unidade irá funcionar de domingo a domingo, 24 horas por dia e pretende atender 350 usuários diariamente, mediante classificação de risco. Além de pacientes com crise de hipertensão, suspeita de infarto e derrame, a UPA deve assistir àqueles que apresentem febre alta e pequenas fraturas.

UPAs – Maceió conta com as UPAs Jacintinho, Tabuleiro do Martins, Cidade Universitária e Jaraguá, construídas integralmente com recursos próprios do Governo do Estado. A capital tem, ainda, as UPAs Trapiche e Benedito Bentes, que foram equipadas pelo Estado e entregues à população.