Alagoas

Equipe da UPA Jacintinho faz parto de gestante que começou a dar à luz antes de chegar à maternidade

Ascom Sesau | 04/02/24 - 14h53
Ascom Sesau

Uma das equipes plantonistas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jacintinho, em Maceió, foi acionada para realizar um parto dentro de um Uber, estacionado em frente ao equipamento de saúde, na manhã deste sábado (3).

O caso inusitado ocorreu porque a gestante já estava dando à luz, após não conseguir chegar à Maternidade Nossa Senhora da Guia, no bairro Poço, em decorrência do engarrafamento causado pelo grande fluxo de veículos que se deslocava até a orla da capital alagoana, onde ocorria o desfile do Bloco Pinto da Madrugada. 

A criança já estava quase nascendo e não houve tempo hábil para que a gestante entrasse na UPA Jacintinho. Entretanto, a equipe multidisciplinar da unidade conseguiu realizar todos os procedimentos necessários, com o máximo de eficiência e agilidade, resguardando a vida da mãe e do bebê, que já recebeu o nome de Agatha Sofia. Ela nasceu em perfeito estado de saúde, pesando 3,3 quilos e 40 centímetros, conforme consta no Prontuário Médico, que consta no sistema de prontuários da unidade de saúde.

Depois do parto, a pequena Agatha Sofia e a mãe, Anne Karoline de Azevedo, foram encaminhadas até o interior da UPA Jacintinho, onde os trâmites legais foram adotados pela equipe multidisciplinar que prestou a assistência obstétrica. Na sequência, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, onde uma ambulância transportou mãe e filha até a Maternidade Nossa Senhora da Guia, uma vez que a criança irá passar por exames, bem como, será submetida aos Testes do Pezinho, Orelhinha e Coraçãozinho.

"Fomos acionados por uma guarnição da PM/AL [Polícia Militar de Alagoas], informando que uma gestante encontrava-se em trabalho de parto, dentro de um Uber, estacionado em frente à UPA Jacintinho. Fui o primeiro a chegar no veículo e me deparei com a mãe em período expulsivo, não sendo possível esperar mais ou levá-la para outro lugar. Desse modo, agi para que o processo fosse completado e a mãe e a bebê ficassem bem. Após isso, realizei o corte do cordão umbilical e, acompanhado de outros membros da equipe, trouxemos as duas para dentro da unidade, onde foram realizados os demais procedimentos", relatou o técnico de enfermagem Cayo César Silva.

GRATIDÃO

Grata pela assistência recebida na UPA Jacintinho, Anne Karoline de Azevedo, de 23 anos, disse que os profissionais da unidade foram muito atenciosos e cuidadosos com ela e a pequena Agatha Sofia. "Moro no Conjunto Planalto, no bairro Tabuleiro do Martins. Quando comecei a sentir as dores, chamei um Uber e estávamos nos deslocamos até a maternidade. Como o engarrafamento estava muito grande, pedimos o auxílio de uma guarnição da PM, que nos encaminhou para a UPA Jacintinho, onde  fui muito bem atendida", relatou a jovem mãe, que já tem outros dois filhos.