Meio Ambiente

Esgoto da Casal provoca mortandade de peixes na Lagoa da Anta

01/12/15 - 14h42

Esgoto da Casal provoca mortandade de peixes na Lagoa da Anta (Crédito: Bruno Felix/TNH1)

Esgoto da Casal provoca mortandade de peixes na Lagoa da Anta (Crédito: Bruno Felix/TNH1)

Fiscais da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) estão neste momento na Lagoa da Anta, na Praia de Jatiúca, onde constatam no local a mortandade de peixes provocada, segundo a Sempma, pelo transbordamento de esgoto da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), que teria escorrido pelas galerias de águas pluviais e chegado à Lagoa da Anta.

"Nós já notificamos várias vezes a Casal por causa dos constantes transbordamento de esgoto nesta região, devido a obras de saneamento de Cruz das Almas. Nessa segunda-feira, tivemos a informação que peixes e tartarugas morreram por causa dos dejetos que foram despejados na lagoa", disse o secretário de Meio Ambiente da Sempma, David Maia, que participou da fiscalização. De acordo com ele, a Sempma vai cobrar da Casal um plano de recuperação da Lagoa da Anta.

A reportagem do TNH1 entrou em contato com a Casal. De acordo com Francisco Alves, assessor de comunicação da companhia, “é preciso fazer uma análise para constatar e identificar o agente poluidor. Após a análise, é preciso um tempo para que a denúncia seja constatada. Só depois disso a Casal poderá se pronunciar ou ser responsabilizada”.

A fiscalização percorreu algumas ruas do entorno da lagoa e contatou vários pontos de transbodamento nas ruas Benvindo Pimentel e José Loureiro de Albuquerque. 

Veja vídeos da fiscalização: