Política

Esperidião Amin diz que próximo presidente vai cumprir uma missão

13/07/16 - 21h45 - Atualizado em 13/07/16 - 21h47
Agência Câmara

Penúltimo candidato a discursar, o deputado Esperidião Amin (PP-SC) disse que próximo presidente eleito da Câmara dos Deputados não vai cumprir um mandato e sim uma missão em um dos momentos mais difíceis da história brasileira.

Comentando as crises social, política e econômica, Amin ressaltou que, além do desafio da urna, o próximo presidente precisa reestabelecer o crescimento, o respeito e a moral nas grandes e pequenas coisas da vida.

“Hoje vamos ter uma oportunidade singular de concluir essa eleição sendo menos partidos e mais unidos. E o que nos une é o desafio de devolver ao povo um parlamento que nos orgulhe, sobre o qual o povo possa dizer: ‘vocês me representam’”, afirmou.

Amin defendeu ainda a importância da convivência pacífica com os diferentes. “ Se cada um de nos souber compreender a posição do outro, nós estaremos transformando diferenças em somas, em contribuições, em talentos adicionados”, disse.

Ao destacar a decisão do partido de indicá-lo como candidato, Amin comentou o que o motivou a aceitar o desafio. “Eu gostaria de dirigir a palavra a você que disse para mim: vai Esperidião, vai porque estás talhado para essa missão”, disse ele. “Isso me dá conforto. Eu quero dizer a você, pedindo o seu voto e a confirmação daqueles que já me escolheram: essa é a única chance, porque não queremos outra crise igual a essa e nós os não podemos errar “, finalizou.

Ex-governador de Santa Catarina
Esperidião Amin está no seu terceiro mandato na Câmara e já foi governador de Santa Catarina e duas vezes prefeito de Florianópolis (SC). Amin é advogado, professor universitário e administrador.