Futebol

"Estávamos confiantes", diz presidente do CSA sobre reversão da punição

27/01/17 - 16h03 - Atualizado em 27/01/17 - 16h08
Alisson Frazão / Ascom CSA

A liminar concedida pelo Juiz de Direito Pedro Jorge Melro Cansanção, da 13ª Vara Cível da Capital, na tarde desta sexta-feira (27), suspendeu as punições de mandos de campo de CSA e CRB, impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Presidente do CSA, Rafael Tenório comentou que estava confiante na reversão da punição.

"Tínhamos consciência de que existiam decisões anteriores favoráveis. Junto ao presidente do CRB, deixamos o caso nas mãos de um escritório competente, que terminou por conseguir a liminar. Temos certeza que isso não nos trará problemas. Além da segurança jurídica, tem também o fato da polícia ter identificado os agressores e já ter aplicado punições. De qualquer forma, estamos preparando também vídeos institucionais pra conscientizar aqueles que vão pra o estádio mal intencionados, os danos que causam ao CSA. Ficamos no prejuízo em Coruripe. Isso não pode mais acontecer", disse ao repórter Henrique Pereira, setorista do CSA pela Rádio Pajuçara FM Maceió 103,7.

De acordo com o advogado Flávio Moura, a Federação Alagoana de Futebol será intimada e, caso descumpra, está sob pena de multa diária de R$ 5 mil. Moura afirmou ainda que a Federação será notificada na próxima segunda-feira (30). Sendo assim, a liminar valerá a partir da terceira rodada.