Alagoas

Estudantes da Ufal protestam pelo não recebimento de bolsas

TNH1 com Assessoria | 29/03/21 - 18h55 - Atualizado em 29/03/21 - 19h05
Cortesia/ DCE Ufal

Estudantes da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) realizaram um protesto na tarde desta segunda-feira (29), na Praça do Centenário, no bairro do Farol. A manifestação foi motivada pelo não recebimento dos valores de bolsas estudantis atrasadas.

Os estudantes estão organizando uma arrecadação de cestas básicas para ajudar os alunos que estão sem receber os valores.

Um protesto foi realizado também na cidade de Arapiraca.

Universidade

O reitor da Ufal, Josealdo Tonholo, informou que a gestão tem mantido contato permanente com o Ministério da Educação e buscado apoio da bancada federal para tentar resolver o problema, que depende, também, da liberação da peça orçamentária de 2021.

Tonholo enfatiza que desde fevereiro a Ufal não recebe nenhuma parcela mensal do financeiro, o que deixou a universidade sem dinheiro para pagar os bolsistas. “O movimento dos alunos é muito justo. O que estamos assistindo é o desmonte da educação e eu lamento não ter poder de resolutividade para essa situação das bolsas. Este movimento dos estudantes se coaduna com a posição que tomamos no Consuni, o que gerou, inclusive, uma moção pela educação pública e de qualidade”, disse. 

O reitor lamenta, ainda, a atual falta de condições para manter os alunos em vulnerabilidade na Universidade. “Temos uma política séria de ingresso na Ufal sob o regime de cotas, mas se não tivermos condições de garantir a manutenção destes estudantes na instituição e que eles tenham condições de acompanhar as aulas, não teremos a transformação pela educação, tão necessária.  Estamos todos trabalhando arduamente para garantir o funcionamento da Universidade, mas tá muito difícil”, reforçou.