Nordeste

Feira da Sulanca, em Caruaru, amanhece lotada em primeiro dia de reabertura regular

Jornal do Comércio | 10/08/20 - 11h20 - Atualizado em 10/08/20 - 11h28
Foto: Wesley Santos/TV Jornal Caruaru

Após decreto do Governo de Pernambuco que liberou o funcionamento do Polo de Confecções do Agreste, a Feira da Sulanca, em Caruaru, abriu regularmente nesta segunda-feira (10). Mesmo fechada há cerca de quatro meses fechada devido a pandemia da covid-19, a feira registrou aglomerações anteriormente, com pessoas comercializando mercadorias em malas de carros e calçadas. Segundo a reportagem da TV Jornal Caruaru, a manhã de reabertura registra lotação, apesar dos pontos de fiscalização instalados pela prefeitura da cidade. A maioria dos feirantes e clientes usam máscaras

O secretário de Serviços Públicos, Ítalo Farias, afirmou que já esperava pela movimentação. “O município esperava, porque os sulanqueiros tinham uma expectativa muito alta com a retomada das atividades da Sulanca. Existe uma demanda reprimida muito grande, também, por conta das lojas de atacado, e demais que utilizam o material produzido no polo têxtil da região do Agreste de Pernambuco. Então, a movimentação de pessoas é muito positiva, e muitos [estão] cumprindo os protocolos de utilização das máscaras e higienização das mãos.”

À Rádio Jornal, o presidente da Associação dos Sulanqueiros de Caruaru, Pedro Moura, considerou positivo o primeiro dia de reabertura. “A Feira da Sulanca tem movimentação muito boa, em todos os setores da feira, uma estrutura muito bem planejada, com as entradas devidamente sinalizadas, com medição de temperatura, álcool em gel, e fiscalização do [uso de] máscaras".

Ele afirma, ainda, que espera maior movimento as próximas semanas."Os feirantes estão cumprindo as determinações, os clientes também, as barreiras sanitárias estão funcionando. Esperamos, sim, uma movimentação maior na próxima semana, até porque o delivery Sulanca está funcionando normalmente em Caruaru, e tem muitos feirantes que estão ainda sem mercadorias. Tudo vai voltar ao normal, em relação ao quantitativo de feirantes e de mercadorias, nas próximas semanas."

Segundo a prefeitura de Caruaru, foi colocado em prática o Plano de Ação e Operacionalização da Feira da Sulanca, com cerca de 300 profissionais em campo para garantir o cumprimento das recomendações dos órgãos de saúde. As equipes estiveram em atividade a partir de 0h desta segunda.

Sete barreiras sanitárias estão ativas no entorno do Parque 18 de Maio para abordar os veículos que seguem para a feira. Nestes pontos, é realizada a aferição da temperatura, distribuição de máscaras e álcool em gel. Na área interna da feira, foram instalados lavabos para higienização das mãos, acionados por pedais, além dos banheiros fixos.

Polo de Confecções do Agreste

Além das feiras de Caruaru, também reabriram para o público a Feira do Jeans, em Toritama, e o Moda Center Santa Cruz, em Santa Cruz do Capibaribe, nesse domingo (9).

No Moda Center, a quantidade de clientes foi abaixo do esperado nesta segunda. A movimentação no estacionamento foi considerada normal. Por determinação da prefeitura, apenas dois comerciantes poderão ficar em cada banco. 

O centro de compras de Santa Cruz do Capibaribe tem quase 10 mil boxes e todos precisam disponibilizar álcool em gel para os frequentadores. O uso de manequins está proibido. Fiscais fazem a orientação para garantir o cumprimento das medidas.

Reabertura econômica

Apesar da liberação das feiras, a 2ª Macrorregião de Saúde, que compreende o Agreste, ainda não avançará para a sétima etapa do plano de reabertura econômica. As 53 cidades no entorno de Caruaru e Garanhuns continuam na sexta etapa, com a novidade da reabertura das feiras de confecções.